HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #3161  
Old Posted Sep 15, 2015, 5:42 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,876
Quote:
Originally Posted by yuri radd View Post
Da onde moro, dá pra ver onde a Interbairros passaria, e neste momento, tem dois tratores, um caminhão e várias pessoas escavando lá. O que será que estão fazendo?
Preparando o Parque Linear (invenção de alguem dos infernos) parque que nem no croqui original de Águas Claras existe. Igual do Mangueiral.
Reply With Quote
     
     
  #3162  
Old Posted Sep 15, 2015, 5:57 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Quote:
Originally Posted by yuri radd View Post
Da onde moro, dá pra ver onde a Interbairros passaria, e neste momento, tem dois tratores, um caminhão e várias pessoas escavando lá. O que será que estão fazendo?
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Preparando o Parque Linear (invenção de alguem dos infernos) parque que nem no croqui original de Águas Claras existe. Igual do Mangueiral.

Deve ser uma manutenção em alguma instalação que passa por lá, tem nada de criação de parque linear.
Reply With Quote
     
     
  #3163  
Old Posted Sep 15, 2015, 7:59 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,876
Quote:
Originally Posted by Jota View Post
Deve ser uma manutenção em alguma instalação que passa por lá, tem nada de criação de parque linear.
Só se for na rede de alta tensão.
Reply With Quote
     
     
  #3164  
Old Posted Sep 16, 2015, 3:19 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,509
Após nove anos, tarifas de ônibus serão reajustadas



Previsão é que o governo deixe de gastar R$ 50 milhões neste ano com o subsídio ao transporte público. Passagem do metrô também terá aumento

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília



As tarifas do transporte público de Brasília serão ajustadas a partir de domingo (20). Nos ônibus, as passagens, que hoje vão de R$ 1,50 a R$ 3, custarão de R$ 2,25 a R$ 4. Já a tarifa de R$ 3 do metrô passará para R$ 4. Não haverá descontos nos fins de semana e nos feriados. Com o aumento, o governo deixará de gastar, com o setor, cerca de R$ 50 milhões apenas neste ano. Em 2016, a previsão é que essa cifra chegue a, pelo menos, R$ 100 milhões.

As mudanças são reflexo das dificuldades que o governo local enfrenta devido ao rombo deixado pela gestão anterior, agravado pela crise nacional, que também afeta o Distrito Federal. Com o reajuste, a tarifa média — levando em consideração as diferenças no número de passageiros em cada faixa — ficará em R$ 3,41. Atualmente, esse valor é de R$ 2,44.

Desde janeiro de 2006, o preço das passagens de ônibus não sofre alterações para o consumidor (veja tabela abaixo). Mas os custos, como combustível e salário de motoristas e cobradores, aumentaram significativamente no período e foram absorvidos pelos cofres públicos, já que o governo subsidia o transporte no DF.

Isso significa dizer que, quando o usuário passa pela catraca do ônibus, o que ele paga não representa o valor real do bilhete. A passagem custa mais caro, o que é chamado de tarifa técnica, porém, apenas parte dela — a tarifa do consumidor — é repassada aos cidadãos. A diferença é subsidiada com recursos públicos. O orçamento local ainda arca com as gratuidades para pessoas com deficiências e o passe livre estudantil.

"Para reduzir essas tarifas técnicas, é preciso continuarmos com o nosso trabalho de racionalização e de combate a fraudes. Assim, conseguiremos diminuir os custos para a população", afirma Carlos Tomé, secretário de Mobilidade.

Em 2015, segundo a pasta, R$ 550 milhões serão gastos pelo governo para pagar o transporte público, já considerando uma redução de cerca de R$ 50 milhões com o reajuste da tarifa. No próximo ano, a estimativa é que as despesas na área caiam para R$ 450 milhões. Uma diferença de R$ 100 milhões ajudará no custeio de outros serviços essenciais à população.

Inflação

Nos últimos nove anos — período em que não houve repasses do aumento na tarifa para o usuário —, o custo do transporte aumentou em várias frentes. Na principal, houve um acréscimo de 141% nos salários de motoristas e cobradores, segundo a Secretaria de Mobilidade.

Em janeiro de 2006, a média de vencimento era de R$ 460,40 para cobradores e de R$ 880 para motoristas. Esses valores passaram para R$ 1.119,33 e R$ 2.121,33, respectivamente, em setembro de 2015. Os gastos com esses profissionais representam 50% dos custos das empresas.

Na conta, também tem destaque o aumento no valor do combustível. O valor do litro do óleo diesel subiu de R$ 1,70, em 2006, para R$ 2,57 neste ano. Além disso, a inflação acumulada entre janeiro de 2006 e setembro deste ano é de 73,60%.

Em contrapartida, o salário mínimo cresceu 125% no período — de R$ 325 para os atuais R$ 788. Assim, o passageiro que, em 2006, recebia um salário mínimo e fazia duas viagens diárias, sentia mais o impacto do transporte no bolso. O comprometimento com esse item era de 41,14% do salário. Agora, essas despesas, já reajustadas, representarão 24,17%.

Reajustes da tarifa de ônibus






http://www.df.gov.br/conteudo-agenci...ajustadas.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #3165  
Old Posted Sep 16, 2015, 3:22 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,509
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Eu acho que vai ficar em torno de R$ 4,00 e R$ 3,00 e R$ 2,50, aumentando em 1 real cada faixa das passagens
Acertô Mizeravi

Só errei a faixa de R$ 1,50 que ficou em R$ 2,25
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #3166  
Old Posted Sep 16, 2015, 3:22 AM
yuri radd yuri radd is offline
Registered User
 
Join Date: Apr 2013
Posts: 885
Tomara então que seja só alguma manutenção mesmo.
Reply With Quote
     
     
  #3167  
Old Posted Sep 16, 2015, 11:42 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,509
Uber decide pagar despesas de multas e reboques decorrentes da fiscalização

O Fato Online apurou que advogados da empresa comunicaram os motoristas que até mesmo em caso de reboque do veículo, o Uber pagará pelos dias não trabalhados, levando em conta uma média das corridas nas semanas anteriores

Foto: Sheyla Leal/ObritoNews/Fato Online

Motoristas do aplicativo não pagarão por despesas decorrentes da fiscalizaçãoSheyla Leal/ObritoNews/Fato Online


Enquanto o Uber não tem autorização para funcionar livremente em cidades como Brasília e São Paulo, a direção do polêmico aplicativo de motorista particular decidiu bancar todas as despesas de eventuais multas ou outras penalidades aplicadas contra seus motoristas.

O Fato Online apurou que advogados da empresa se reuniram com os profissionais cadastrados e os comunicaram que até mesmo em caso de reboque do veículo, o Uber pagará pelos dias não trabalhados, levando em conta uma média das corridas nas semanas anteriores.

As bondades oferecidas pelo Uber fazem parte de uma estratégia da empresa – adotada em todo o mundo, aliás – para se firmar no mercado, sem deixar que os imbróglios por conta da ausência de uma regulamentação local desestimulem seus profissionais.

Mesmo em cidades onde o aplicativo está proibido de funcionar, como em Brasília e na capital paulista, os motoristas do Uber seguem rodando, desrespeitando a legislação vigente e correndo o risco de serem flagrados pela fiscalização.

Expansão

Diante das proibições, ao invés de recuar, o Uber resolveu expandir seus serviços, passando a trabalhar, por exemplo, com a categoria “uberX”, atrelada a carros mais simples e com preços ainda mais competitivos na comparação com os táxis.

“A empresa é uma empresa forte. Não vão conseguir pará-la”, disse ao Fato Online um motorista do Uber, já alinhado com o discurso oficial do aplicativo.

Por enquanto, o Uber atua na clandestinidade. Para fugir de novas confusões – inclusive envolvendo agressões físicas, como ocorreu em episódios recentes –, motoristas do Uber têm evitado corridas que tenham como destino os aeroportos das cidades, onde a fiscalização tende a ser maior.

Os profissionais que estão topando levar passageiros até o terminal de Congonhas, por exemplo, na Zona Sul de São Paulo, têm escondido o celular usado para as operações da empresa e solicitado a ajuda dos clientes para “descer do carro o mais rápido possível”.

No Distrito Federal, o governo montou uma comissão para estudar a possibilidade de regulamentação de aplicativos de transporte de passageiros, como o Uber. A proposta deve ser apresentada até novembro.


Foto: Sheyla Leal/ObritoNews/Fato Online

Motoristas do aplicativo estão apreensivos








http://fatoonline.com.br/conteudo/90...a&p=de&i=3&v=0
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #3168  
Old Posted Sep 18, 2015, 2:18 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,509
Iniciativa dá desconto em corridas de táxi neste fim de semana em Brasília

Quem solicitar o táxi pelo aplicativo Easy Taxi receberá 25% de desconto no valor total da corrida, limitado a R$ 15


Com o objetivo de estimular os brasilienses a deixarem o carro em casa e usarem táxi após o happy hour, a Ambev e a Easy Taxi firmaram parceria para dar desconto de 25% nas corridas entre as 18h desta sexta (18) e 18h do domingo (20).

Quem solicitar o táxi pelo aplicativo receberá 25% de desconto no valor total da corrida, limitado a R$ 15. Para ter acesso ao benefício, o usuário deve solicitar o táxi via aplicativo com o método de pagamento “Cartão de Crédito no App” e, antes de finalizar a corrida, colocar o código de desconto "AMBEV" no campo indicado. O valor de desconto será abonado no total da corrida.

Dia de Responsa

A iniciativa faz parte das atividades de conscientização em função do Dia de Responsa, que esse ano será comemorado em 18 de setembro. A data, que é adotada em todos os 25 países onde o grupo Anheuser-Busch InBev atua, foi criada para celebrar atitudes responsáveis quando o tema é consumo de bebidas alcoólicas.

Há mais de 12 anos, a companhia assumiu o compromisso em promover o consumo consciente de seus produtos, com iniciativas que visam inibir a venda de bebidas para menores de 18 anos, o consumo em excesso ou associado à direção.








http://www.jornaldebrasilia.com.br/n...a-em-brasilia/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #3169  
Old Posted Sep 18, 2015, 2:19 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,509
O Uber tá fazendo o cartel fazer promoções
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #3170  
Old Posted Sep 24, 2015, 12:46 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,876
Gostei, agora para os taxistas manterem suas permissões terão de desembolsar anualmente 2 mil reais.... Se lascaram bonito....kkkkkk Isso irá servir tanto para novos e antigos permissionários.
Reply With Quote
     
     
  #3171  
Old Posted Sep 24, 2015, 1:41 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,876
Em falando em intervenções viárias, o viaduto de Águas Claras/Vicente Pires deveria ser desse jeito... E claro, deveria ser feito em outro local. Assim eliminaria o bendito sinal da região.

Reply With Quote
     
     
  #3172  
Old Posted Sep 29, 2015, 3:37 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,509
GDF estuda implementar táxi pré-pago e de luxo em Brasília

O táxi pré-pago seria para o trajeto do aeroporto. E o táxi executivo, com tarifa mais cara, como opção melhor e mais confortável para o passageiro

Foto: Sheyla Leal/ObritoNews/Fato Online

Taxistas durante uma manifestação em frente ao Buriti


O decreto que regulamenta o novo serviço de táxi no Distrito Federal sai nesta semana, garante a Secretaria de Mobilidade. Entre as mudanças previstas, está a instituição do táxi pré-pago no aeroporto.

O governo fez, neste ano, uma consulta pública sobre o projeto de regulamentação do serviço pré-pago, previsto por lei. Todos os aeroportos do Brasil têm a modalidade, menos o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek. Nessa modalidade, o pagamento da corrida é antecipado, e o preço, calculado com base em uma tabela fixa.

O decreto também vai instituir o recadastramento de todos os 3.400 motoristas e vai liberar mais 1.100 permissões, das quais 700 são imediatas. Após a publicação do decreto, a Semob tem 90 dias para fazer todo o recadastramento e 15 dias para fazer as autorizações.

O recadastramento é necessário, segundo a Semob, para coibir irregularidades. Em uma auditoria preliminar por amostragem em 500 autorizações, a secretaria encontrou 20 permissionários que são servidores públicos – o que é proibido por lei.

O decreto também prevê a mudança na autorização. Em vez de pagar R$ 30 mil pela licença, os taxistas – novos e antigos – pagarão R$ 2 mil anuais, que podem ser parcelados em duas vezes.

Além do decreto, a área técnica da secretaria estuda regulamentar, para o ano que vem, o serviço de táxi executivo no DF.

A presidente do Sindicato dos Taxistas (Sinpetaxi), Maria do Bonfim, disse não ter conhecimento sobre o conteúdo do decreto.

O secretário de Mobilidade, Carlos Tomé, havia prometido, em julho, que o decreto sairia em 15 dias. Segundo a Semob, o texto ficou pronto na semana passada e aguarda apenas a assinatura do governador.

Foto: Sheyla Leal/ObritoNews/FatoOnline

Brasília deverá ter o táxi pré-pago e o executivo com a regulamentação













http://fatoonline.com.br/conteudo/97...a&p=de&i=1&v=0
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #3173  
Old Posted Sep 29, 2015, 3:50 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Mais uma para a mafia dos taxistas engolirem.

Já passou da hora de tirar esses fdps do Aeroporto e por uma empresa com serviço pré-pago funcionando lá, como ocorre em qualquer aeroporto de país civilizado.

Last edited by Jota; Sep 29, 2015 at 9:48 PM.
Reply With Quote
     
     
  #3174  
Old Posted Sep 29, 2015, 4:41 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,876
Esse sistema já passou de existir em Brasília a décadas e não é de hoje.
Reply With Quote
     
     
  #3175  
Old Posted Sep 29, 2015, 5:00 PM
Agarwaen Agarwaen is offline
Registered User
 
Join Date: May 2014
Posts: 498
Realmente parece uma reforma com décadas de atraso, difícil ser suficiente para enfrentar a concorrência do Uber.
Reply With Quote
     
     
  #3176  
Old Posted Sep 30, 2015, 10:35 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,509
Usuários reclamam de falta de abrigos em paradas de ônibus

Segundo o DFTrans, há um déficit de 1,5 mil paradas. Entre os pontos atuais, 20% precisam de reformas

Foto: Raphael Ribeiro


A seca está chegando ao fim e o período de chuvas se aproxima. Mas, para quem precisa pegar ônibus e usa uma parada que não possui abrigo, não se sabe em que época do ano a situação é pior. A falta de pontos de ônibus é um problema que afeta todo o DF. Em algumas cidades, há paradas inclusive sem placa. Nesses casos, os pontos são considerados “habituais”, ou seja, porque a população criou o hábito de esperar o ônibus naquele local.

Por meio de denúncia feita pelo WhatsApp do JBr., a técnica em enfermagem Rosana Rodrigues, 32 anos, moradora de Ceilândia, contou que a parada de ônibus perto de sua casa, na QNO 16, está caída e não atende as necessidades de quem precisa esperar pela condução no local.

“A parada caiu completamente. Moro aqui há 20 anos. Desde quando eu era criança, ela já era sem estrutura e, com o tempo, a situação ficou pior. No calor, é insuportável ficar lá e, quando está chovendo, mesmo com guarda-chuva, a gente se molha”, relata Rosana.

Segundo a técnica em enfermagem, muitos moradores preferem esperar o coletivo do outro lado da pista, embaixo de uma marquise de uma padaria. “Às vezes, não dá para atravessar a pista, porque é mão dupla e muita gente acaba perdendo o ônibus por estar do outro lado da parada. Com o sol forte, é impossível ficar lá embaixo e, na chuva, é pior”, afirma. A moradora conta que, à noite, local é perigoso, e que os assaltantes se aproveitam da falta de luminosidade e estrutura da parada para assaltar quem chega.

Falta organização

Joilson Reis, 26 anos, promotor de vendas, utiliza com frequência a parada de ônibus e acha que falta organização por parte do governo para arrumar os pontos do DF. “As telhas que tinham nessa parada caíram recentemente. Eu acho um absurdo o cidadão ter de pagar caro por uma passagem e não ter nem ponto decente para usar. É preciso reformar as paradas antigas e construir novas”, analisa.

Para a estudante Alessandra Ferreira, 16 anos, a maioria das paradas de ônibus do Setor O precisa de reparos. Segundo ela, algumas têm cobertura, mas faltam bancos, e vice-versa. “Não tem para onde correr. Quando está sol, a gente tem que procurar sombra em algum lugar e, quando chove, mesmo com o guarda-chuva, a gente se molha”, relata a moradora.

Manutenção só com novas licitações

De acordo com o Transporte Urbano do DF (DFTrans), o DF possui 4.737 paradas de ônibus. Mas somente 2.935 possuem abrigos. As outras são sinalizadas com placa ou nem possuem sinalização. Segundo o DFTrans, o déficit é de 1,5 mil pontos. O órgão informou que, em todas as regiões administrativas, há abrigos que precisam de reparos – cerca de 20% dos pontos, isto é, 600 abrigos.

Segundo o diretor-geral do DFTrans, Léo Cruz, o contrato de manutenção se encerrou em março, e quaisquer reformas agora somente poderão ser executadas por meio de novas licitações. A previsão, por conta de restrições orçamentárias, é de que, até o início de 2016, seja retomada a manutenção, bem como a construção de abrigos.

“Estamos concluindo um termo de referência, que é o projeto básico dos abrigos. Com esse termo, podemos abrir licitação a qualquer momento. Porém, é preciso que o governo tenha uma melhoria no orçamento”, explica. Segundo Cruz, não é possível instalar abrigos em todos os locais, pois alguns não têm espaço e, por isso, somente placas são instaladas.

Em Águas Claras, que também sofre com a falta de pontos adequados, a doméstica Mirtes de Souza, 41 anos, relata que alguns motoristas não querem parar. “Tem ônibus que passa direto. O governo precisa tomar uma providência”, afirma.

Saiba mais

Em Águas Claras, há várias paradas de ônibus que não possuem, sequer, placa de sinalização. Além disso, com a falta de abrigo, o pedreiro Raimundo Batista, 45 anos, fica escorado no poste quando faz calor para conseguir se manter na sombra. Em período de chuva, ele garante não esquecer o guarda-chuva.










http://www.jornaldebrasilia.com.br/n...das-de-onibus/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #3177  
Old Posted Sep 30, 2015, 10:38 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,509
Deputados se mobilizam para derrubar reajuste de tarifas no transporte público do DF


Segundo autor do projeto, a maioria dos distritais se posicionou contra o aumento

Divulgação / DFTrans

Depois do aumento, passagem mais cara nos ônibus do DF chega a R$ 4


Um projeto que será analisado pelos deputados distritais na CLDF (Câmara Legislativa do Distrito Federal) pode anular o aumento de tarifas no transporte público imposto pelo governo, desde o dia 20 deste mês. Em média, o reajuste deixou 40% mais caras as passagens de ônibus e do metrô.

De autoria do deputado de oposição Ricardo Vale (PT), o projeto ainda será analisado por duas comissões da casa: a de Assuntos Especiais e a de Constituição e Justiça. No entanto, o parlamentar afirma que a proposta já tem apoio de 15 dos 24 distritais.

— O governo tomou a decisão de aumentar sem esse debate, sem discussão. Então ele pode ter cometido um grande erro, com esse aumento da tarifa, que na verdade deveria ser reduzida. Pelo que estou sentindo da recepção e entendimento dos deputados, esse projeto tem grandes chances de ser aprovado aqui, e o governo terá de voltar atrás.

Segundo Vale, estes são os deputados que assinaram a favor do projeto: Agaciel Maia (PTC), Celina Leão (PDT), Chico Leite (Rede), Chico Vigilante (PT), Cláudio Abrantes (Rede), Liliane Roriz (PRTB), Lira (PHS), Professor Israel (PV), Rafael Prudente (PMDB), Raimundo Ribeiro (PSD), Renato Andrade (PR), Telma Rufino (PPL), Wellington Luiz (PMDB) e Wasny de Roure (PT).

Em entrevista ao Balanço Geral Brasília, a presidente da CLDF, Celina Leão (PDT), também já tinha se posicionado contra medidas que afetam o bolso do consumidor, entre eles o aumento das tarifas do transporte público.

—O aumento de ônibus para mim é um escândalo. Eu tenho acompanhado a fraude que aconteceu no transporte público. Antes da última licitação dos ônibus, o governo pagava R$ 120 milhões de subsídios por ano. Agora, são R$ 800 milhões para as empresas. É o momento de o Estado rever esses contratos e abrir uma nova licitação.

No entanto, o especialista em administração pública, Rui Psitelli, afirma que se o Palácio do Buriti quiser, pode dificultar a validação deste projeto, caso ele passe pela Câmara Legislativa.

— Assim como qualquer ato legislativo, isso é passível de revisão pelo Poder Judiciário, o que também o Poder Executivo pode acionar em face desse projeto.

O reajuste fez parte de uma série de medidas anunciadas no último dia 15 pelo governo local para tentar equilibrar as contas da capital federal. As tarifas que custavam R$ 1,50 passaram para R$ 2,25; as de R$ 2, para R$ 3; as de R$ 2,50, para R$ 3; e as de R$ 3, para R$ 4. A passagem do metrô, que era R$ 3, passou para R$ 4 e não haverá mais descontos nos fins de semana e feriados.

O governo do Distrito Federal informa que vai economizar, só neste ano, cerca de R$ 50 milhões com o aumento. Em 2016, a previsão é que esse valor chegue a, pelo menos, R$ 100 milhões. Isso porque o sistema de transporte é pago parte pelos usuários, com as passagens, e parte pelo governo.











http://noticias.r7.com/distrito-fede...do-df-29092015
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #3178  
Old Posted Sep 30, 2015, 1:04 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,876
Não tem como os dePUTAdos derrubarem o aumento. GDF tem autonomia para aumentar e pronto.
Reply With Quote
     
     
  #3179  
Old Posted Sep 30, 2015, 3:04 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Como se os subsídios não fossem tbm dinheiro da população.

É impressionante como os políticos jogam com a ignorância da população. Ou a população paga o transporte via passagem ou paga via impostos. O resto é conversa de demagogos.
Reply With Quote
     
     
  #3180  
Old Posted Oct 4, 2015, 2:43 PM
yuri radd yuri radd is offline
Registered User
 
Join Date: Apr 2013
Posts: 885
Quote:
Originally Posted by Jota View Post
Mais uma para a mafia dos taxistas engolirem.

Já passou da hora de tirar esses fdps do Aeroporto e por uma empresa com serviço pré-pago funcionando lá, como ocorre em qualquer aeroporto de país civilizado.
Todas as vezes que eu desembarco, aparece alguém querendo me levar. Pago antes, e num preço bom.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 10:13 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2021, vBulletin Solutions, Inc.