HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #121  
Old Posted Nov 30, 2016, 8:48 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Essa franquia aqui eu já postei no forum mesmo, a intenção de abrir uma unidade em Brasília, parece que dessa vez vai sair.

https://www.meltingpot.com/

Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
The Melting Pot Eyes Brazil For International Growth




Leading Polished Casual Fondue Restaurant to Host Webinar Sept. 10 to Fuel Global Expansion

Tampa, FL (Restaurant News Release) The Melting Pot® Restaurants, Inc., the world’s premier fondue restaurant and a leading polished casual dining franchise, announced today that it is actively seeking franchisees to bring its interactive dining experience to Brazil. The Tampa, Fla.-based company plans to enter Brazil for the first time with the development of more than 20 restaurants in cities such as São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Fortaleza and Belo Horizonte.

The Melting Pot operates more than 125 restaurants across 35 U.S. states, Canada, Mexico, and Southeast Asia, and has more than 15 locations in development internationally. The concept is known for offering an assortment of flavorful fondue cooking styles and a variety of unique entrées served with signature dipping sauces. The menu features a variety of à la carte selections, highlighting customizable options that invite guests to enjoy one, two, three or more courses as they select any combination of individually-priced cheese fondues, salads, entrées and chocolate fondues.

“The Melting Pot is a proven 40-year American franchise concept that is unlike any other. Featuring four distinct courses, guests dip menu items into heated fondue pots at the center of each table. The concept provides a very social and interactive dining experience that has proven to translate well to multiple countries,” said Dan Stone, chief business and people development officer for Front Burner Brands. “We provide our franchisees the necessary training and support to ensure success, as well as expert resources to assist with identifying the best sites for our restaurants. We are ready to do business in Brazil and are seeking qualified candidates to build a strong brand presence throughout Brazil over the next few years.”


In addition to Brazil, the top fondue franchise is focused on expanding its international footprint in select markets across Canada, China, India, Japan and South Korea. Earlier this year, The Melting Pot announced the opening of its first restaurant in Jakarta, Indonesia and has plans to open its first locations in Dubai, United Arab Emirates and Riyadh, Saudi Arabia before the end of 2015.

The Melting Pot was recently ranked No. 1 among 40 casual-dining restaurant chains in Nation’s Restaurant News’ 2015 Consumer Picks report, up from No. 6 out of 38 concepts last year. The Melting Pot ranked first in four out of 10 overall attribute categories, achieving top scores in cleanliness, service, atmosphere and craveability.

To further fuel its global development plans, the company is actively seeking qualified franchisees and will host a franchising webinar on Thursday, Sept. 10 at noon (GMT). To register, please visit http://www.meltingpotfranchise.com/upcomingEvents.aspx. To learn more about ownership opportunities with The Melting Pot, contact Dan Stone, chief business and people development officer for The Melting Pot, at 800-783-0867 ext. 108.

The Melting Pot is seeking area developers with restaurant or hospitality experience who can commit to a minimum development agreement of five or more restaurants. Franchisee candidates or groups should have access to a minimum of $5 million USD in capital. At least one of the franchise owners must be fluent in English. Depending on the real estate site selected, franchisees of The Melting Pot in the United States can expect the total investment for one restaurant to be approximately $959,000 to $1,436,000 USD. The initial franchise fee is $50,000 USD per unit and there is a one-time training fee of $50,000 USD. As the brand celebrates its 40th anniversary in 2015, a 40 percent discount will be offered on the initial franchise fee for the first restaurant for all new franchise agreements signed in 2015.

To learn about fondue history and facts, check out The Melting Pot’s fondue infographic.



About The Melting Pot Restaurants, Inc.

Founded in 1975, The Melting Pot has offered a unique fondue dining experience for 40 years. As the premier fondue restaurant franchise, The Melting Pot Restaurants, Inc. has more than 125 restaurants in 35 U.S. states, Canada, Mexico and Southeast Asia, and more than 15 international locations in development. For more information, visit www.meltingpot.com. To learn more about franchise opportunities with The Melting Pot, please visit www.meltingpotfranchise.com.

Contact:
Elayne Sommers
Fish Consulting
202-588-8138
esommers@fish-consulting.com

Fonte: http://www.restaurantnewsrelease.com...rowth/8552571/
Reply With Quote
     
     
  #122  
Old Posted Dec 5, 2016, 11:25 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Kryolan lança franquia de quiosques no Brasil

Após um ano da abertura da loja em São Paulo, marca inicia expansão no interior


Quiosque da Kryolan no shopping Iguatemi Campinas (crédito: divulgação)

Após um ano da abertura da primeira loja física nacional, em São Paulo, a Kryolan anunciou sua expansão no País por meio de quiosques. Mais conhecida por profissionais de beleza, a marca alemã de maquiagens inaugurou na semana passada o primeiro espaço do novo modelo de negócio, no shopping Iguatemi Campinas, no interior paulista.

De acordo com Vivian Gross, diretora da Kryolan Brasil, o uso de quiosques é inédito para a marca em nível mundial. “Será um modelo teste, que exige investimento relativamente menor e pelo qual é possível avaliar um novo mercado. A ideia é que se transformem em lojas no período de dois a três anos”, afirma. O investimento inicial no quiosque é de R$ 200 mil.


Creme Illusion, um dos novos produtos à venda no Brasil (divulgação)

Segundo Vivian, o que motivou a inauguração no interior de São Paulo foi a demanda do público local. Ela não revela números sobre o primeiro ano da loja paulistana, mas afirma que a marca está em crescimento no Brasil, “mesmo em tempos de crise”.

O Rio de Janeiro receberá uma loja física em 2017. O desempenho da unidade carioca será decisivo para o plano de expansão: “caso os resultados da loja sejam inferiores ao esperado, nós refaremos todo o planejamento de aberturas”, declara a diretora. Por enquanto, a previsão da marca é abrir quiosques, ou mesmo lojas, em Brasília, Curitiba, Porto Alegre e Salvador, ao longo de 2017 e 2018. A marca também pretende expandir a revenda em multimarcas.

Na comemoração de um ano da loja paulistana, a Kryolan passou a vender no Brasil o pó compacto Dermacolor Light e o creme Illusion, com uma paleta de oito tons. Presente em 80 países e com portfólio de mais de 16 mil produtos, a marca também é usada para maquiagens profissionais no cinema, TV, teatro e modas.

Fonte: http://www.meioemensagem.com.br/home...no-brasil.html
Reply With Quote
     
     
  #123  
Old Posted Dec 5, 2016, 11:58 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Tem uma marca alemã que vai abrir no Brasília Shopping, mas acho que é de Ótica.
Reply With Quote
     
     
  #124  
Old Posted Dec 27, 2016, 10:50 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,017
Shoppings fecham mais lojas do que abrem pela primeira vez em 12 anos

Dois anos de recessão seguidos e de queda nas vendas derrubaram o números de lojas nos shoppings centers. Entre abertura e fechamento, os shopping terminaram 2016 com 18,1 mil lojas a menos em relação ao total de pontos de venda de 2015. Nesse número estão considerados os 19 shoppings inaugurados este ano.

"Sempre o saldo de lojas ao final de cada ano superava o do ano anterior", afirma o presidente da Associação dos Lojistas de shoppings (Alshop), Nabil Sahyoun. Neste ano, no entanto, houve a primeira queda no saldo de lojas desde 2004, quando a entidade começou a acompanhar o total de lojas em operação. Os 761 shoppings em funcionamento no País encerram este ano com 121.638 lojas ativas ante 139.738 pontos de venda em funcionamento no final do ano passado.

Qualquer consumidor que circula por empreendimentos tradicionais na capital paulista percebe muitos espaços vazios. Os administradores dos shoppings alegam que não se trata de saída de lojas, mas da rotatividade normal entre lojistas. Mas não é isso que os números setor mostram.

Os casos se repetem também pelo interior. Nesta segunda-feira, 26, os corredores movimentados do Shopping Pátio Cianê, em Sorocaba, por exemplo, contrastavam com os espaços vazios, disfarçados por grande painéis coloridos. O shopping atravessou 2016 lutando para evitar a perda de lojas: são 207, das quais 31 vazias.

Este ano, com a queda nas vendas, outros dois grandes shoppings de Sorocaba - Esplanada/Iguatemi e Cidade Sorocaba - concentraram esforços para evitar a perda de lojistas. As administrações dos shoppings alegam que as perdas foram compensadas pela chegada de outras lojas.

Negociação

Luís Agusto Ildefonso da Silva, diretor da Alshop, diz que o movimento de fechamento de lojas foi mais intenso em empreendimentos relativamente novos, que não têm uma receita consolidada. Já nos shoppings mais antigos, as lojas que fecharam as portas foram substituídas por outras, porém, com condições de locação mais vantajosa para o lojista.

Sahyoun diz que houve lojas que saíram dos shoppings e ficaram só com a operação de rua. O ponto positivo desse movimento, segundo o presidente da Alshop, é que há um novo entendimento entre empreendedores de shopping e lojistas, com maior flexibilidade nas negociações. "Tem shoppings que abriram mão de luvas", diz. Luva é um pedágio que o lojista paga pelo uso do ponto.

De toda forma, com o encolhimento, o setor deve fechar o ano com vendas de R$ 140,5 bilhões, equivalente a uma retração de 3,2% ante 2015. Será a primeira queda nominal desde 2004.









http://www.istoedinheiro.com.br/noti...e-abrem/445219
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #125  
Old Posted Dec 27, 2016, 1:43 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Natural, em especial em certas cidades aonde em vez de ter agilidade em abrir empresas, é o contrário, tem agilidade para FECHAR.
Reply With Quote
     
     
  #126  
Old Posted Jan 4, 2017, 9:12 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Piada de novo, será que dessa vez cola...

Com produtos mais baratos, Starbucks quer triplicar número de lojas no País

Após um ano sem inaugurações, rede americana de cafeterias planeja chegar a 367 unidades em três anos no Brasil; além da expansão fora do eixo Rio- São Paulo; empresa investe em lojas em locais como estradas, estádios de futebol e supermercados

Com um negócio que corresponde hoje a apenas 0,4% do global, a Starbucks no Brasil planeja se expandir e ter no País uma operação mais maciça, semelhante à dos Estados Unidos. A meta é chegar a 367 lojas em quatro anos apostando fora do eixo Rio-São Paulo. A expansão nacional deverá começar por Brasília, Curitiba e Belo Horizonte. Hoje, são 103 unidades no País em 17 cidades dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Para concretizar o plano mesmo durante a crise, a empresa já colocou no mercado produtos mais baratos e tem realizado seis grandes promoções por ano, além de lançar itens temporários, como o café expresso no sabor panetone, que foi vendido no Natal. Também deverá aumentar a oferta de alimentos, em detrimento das bebidas, para tentar manter as lojas cheias o dia todo, inclusive no horário do almoço.

A rede vem de um período sem inaugurações – não abriu nenhuma unidade no País em 2016, o primeiro ano de Ricardo Rinkevicius no comando da empresa. O executivo conta que foi contratado para dar à operação brasileira uma cara mais parecida com a americana, onde a rede é uma das maiores de café, com 13.172 pontos e presença nacional.

Fonte: http://economia.estadao.com.br/notic...is,10000097963
Reply With Quote
     
     
  #127  
Old Posted Jan 28, 2017, 12:48 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Os segredos do sucesso da badalada rede Bullguer

Lanchonete planeja saltar de quatro para doze operações no país, com filiais no Rio e em Brasília


Santini, Koch e Abbondanza na nova unidade de Perdizes: expansão acelerada (Foto: Gladstone Campos/Realphoto)

Em março de 2015, quando abriu as portas em um ponto nobre na Vila Nova Conceição, a Bullguer parecia ser mais uma hamburgueria artesanal, a exemplo de outras tantas e boas que pipocaram na cidade na última década e continuam a fazer sucesso.

Mas não foi preciso muito tempo para o público sentir, no bolso, uma peculiaridade do lugar: os sanduíches vendidos ali, além de ótimos, tinham preços mais convidativos que os da concorrência. A opção de ficar entre o fast-food e o gourmet revelou-se uma escolha certeira dos donos, os empresários Ricardo Santini e Alberto Abbondanza, sócios do bar The Orleans, na Vila Madalena, e o chef Thiago Koch, ex-Beato.

Poucos meses após a inauguração, a Bullguer foi eleita o melhor endereço bom e barato da cidade no especial VEJA COMER & BEBER (em 2016, ficou em segundo lugar, atrás da pizzaria Napoli Centrale) e as filas tornaram-se uma constante. De hambúrguer em hambúrguer, a marca virou uma minirrede com quatro unidades.


Sanduíche do Bullguer (Mario Rodrigues)

As duas mais recentes surgiram no ano passado: uma em Perdizes e a outra no Shopping Iguatemi (dentro do Viena Delish). Juntos, esses dois endereços, mais a matriz e a primeira filial (aberta no finzinho de 2015, na Vila Madalena), venderam 47 000 sanduíches em dezembro de 2016.

De acordo com Santini, a intenção inicial do trio era montar uma hamburgueria para foodies, daquelas de produtos ditos nobres e preços acima das três dezenas de reais por um sanduba. Mas corrigiram a rota e decidiram seguir os bem-sucedidos passos de grifes estrangeiras como a americana Shake Shack e a inglesa GBK.

“Fizemos uma pesquisa de mercado e passamos a focar o bom e barato. Somos ‘fastcasual’ ”, teoriza, antes de detalhar a estratégia de guerrilha para garantir o equilíbrio entre qualidade e preço. “Utilizamos os ingredientes de um lugar gourmet, mas priorizamos o custo-benefício”, discursa.

Os celebrados hambúrgueres da marca, que podem levar ingredientes como bacon, picles e queijo camembert, nunca custam mais que 24 reais — quem escolher o mais simples deles, com pão, carne e queijo, desembolsará apenas 18 reais. Graças a contratos anuais com fornecedores, a rede consegue preparar um hambúrguer de carne black angus, moída diariamente nas próprias casas, sempre fresquinha.

É coisa de lugar bacanudo, sim, mas não espere por aqueles discos grandalhões. Na Bullguer, eles vão à chapa com 100 gramas, o que vez ou outra provoca críticas da freguesia. “Não é pequeno. Em muita rede por aí há só 70 gramas de carne”, defende-se o chef executivo Koch.


(Arte: Veja São Paulo)

O toque de fast-food, essencial para baratear o custo final do sanduíche, fica por conta do queijo americano processado, comprado já fatiado, e de outros itens. É o caso da batatinha, servida sempre crocante e com uma pitada de páprica. Ela é importada congelada da Alemanha e já vem cortada no formato de onda.

Na hora do doce, o sorvete soft, aquele branquinho que desce da máquina, pode ser saboreado por 5 reais na casquinha, idêntico ao das grandes cadeias de lanchonetes, ou no copo com brigadeiro de colher, nibs de cacau e chocolate meio amargo da premiada (e cara) Maria Brigadeiro. Nessa versão, o preço da sobremesa sobe para 12 reais.

A economia no serviço também faz parte do modelo de negócio bom e barato, replicado depois por concorrentes como o Cabana Burger, no Jardim Paulista, e o Stunt Burger. Não há talheres nem copos de vidro. No caso da recém-inaugurada unidade de Perdizes, o sistema de autoatendimento diminuiu o número de garçons necessários.


Fachada do Bullguer (Fabio Ghrun)

É assim, com um olho na chapa e o outro nos custos, que a pequena rede pretende, em 2017, saltar de quatro para doze operações no país. O plano de expansão inclui aberturas não apenas em São Paulo, mas também no Rio de Janeiro e em Brasília.

A estimativa é que, com essas inaugurações, o faturamento chegue aos 132 milhões de reais, o triplo do resultado de 2016. A primeira tarefa dessa fase de expansão será subir as portas das lojas dos shoppings Eldorado e Jardim Sul, na primeira semana de abril. Próximas regiões da cidade a ser dominadas: as zonas Norte e Leste, onde já se buscam pontos. “Temos um estudo de regiões que é tipo o jogo War”, brinca Santini.

Fonte: http://vejasp.abril.com.br/comida-be...rede-bullguer/
Reply With Quote
     
     
  #128  
Old Posted Jan 28, 2017, 1:12 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
O Mamute e Sale irão adorar essa novidade, não é uma Joe & Leos, mas me parece do mesmo nivel.
Reply With Quote
     
     
  #129  
Old Posted Jan 28, 2017, 2:00 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,017
Eu particularmente ando quilômetros por um bom Hambúrguer ou cachorro quente e me parece que são de boa qualidade quando tiver por aqui eu vou experimentar
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #130  
Old Posted Jan 29, 2017, 4:19 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Vamos ver se viabiliza mesmo, com a burrocracia brasiliense imperando, dificil ver essa lanchonete funcionando antes das eleições.
Reply With Quote
     
     
  #131  
Old Posted Jan 30, 2017, 9:02 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Taco Bell acelera ritmo de abertura no Brasil

A Taco Bell, rede de fast-food especializada em comida mexicana, vai acelerar o ritmo de abertura de lojas no Brasil. A rede, representada no Brasil pela Sforza, da família do empresário Carlos Wizard Martins, começou a operar em setembro de 2016 no país com meta de abrir 25 lojas em quatro anos. A rede abriu seis lojas no país desde setembro e pre

"A rede tem recebido uma resposta tão positiva do público que resolveu acelerar a abertura de lojas. A meta de chegar a 25 lojas em quatro anos será concluída em um ano e meio de operação", diz Michel Chaim, diretor de operações da Taco Bell no Brasil. Segundo ele, as unidades já abertas têm registrado demanda de 25% a 30% acima do esperado. Em méd

Chaim estima que a Taco Bell torne-se lucrativa em dois a três anos, mantendo o ritmo de expansão de dois dígitos. As lojas serão todas próprias e o investimento para abrir 25 lojas está mantido em R$ 100 milhões, com recursos da Sforza. "A ideia é abrir o maior número de lojas que conseguir com esse orçamento, se der para abrir 30 lojas com esse r

O plano, sob avaliação, é abrir restaurantes no Rio de Janeiro, em Curitiba, Belo Horizonte e Brasília futuramente. A rede opera no Brasil com 223 pessoas atualmente. A previsão é chegar a 650 funcionários até o fim do ano.

Paulo Solmucci Junior, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), diz que "o ambiente concorrencial permaneceu disputado [em 2016], todas as redes estabelecidas estão agressivas em preços e promoções. Os entrantes, caso da Taco Bell, não têm ainda escala para perturbar este mercado". Dependendo da bandeira, o faturamento

O Brasil fechou 2016 com 5.488 restaurantes de fast-food, número 5,7% acima do registrado em 2015, segundo a consultoria Geofusion.

Globalmente, a rede Taco Bell, pertencente à Yum Brands, opera no azul e teve receita de US$ 6,5 bilhões de janeiro a setembro de 2016, com aumento de 3% em relação a igual período de 2015. A Yum Brands, que também é dona da Pizza Hut e do KFC, fechou o período com queda de 3% na receita, para US$ 7,560 bilhões, e alta no lucro de 33%, para US$ 1,3

Fonte: http://www.valor.com.br/empresas/485...tura-no-brasil
Reply With Quote
     
     
  #132  
Old Posted Feb 2, 2017, 5:43 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 2,139
Próximas unidades a serem inauguradas da rede Multicine Cinemas
Atualmente a rede possui 12 unidades espalhadas pelo Centro-Oeste e Nordeste, em breve, a rede terá a primeira unidade no Sul do País.

Reply With Quote
     
     
  #133  
Old Posted Mar 1, 2017, 12:28 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
"Adeus, Brasil"

A distribuidora de produtos eletrônicos, culturais e eletrodomésticos francesa Fnac Darty irá se retirar do Brasil. Segundo anunciou publicado nesta terça-feira, 28, o grupo sairá do País e tem a intenção de vender a filial brasileira.

Apesar deste resultado, o comunicado afirma que as vendas e rentabilidade do grupo têm aumentado. A distribuidora também divu já "começou um processo ativo para buscar um sócio que dê lugar à retirada do país".

Fonte: http://paulasantana.gpsbrasilia.com....us,-Brasil%22/
Reply With Quote
     
     
  #134  
Old Posted Mar 1, 2017, 12:29 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Não vai fazer falta.

Agora o PKS toma vergonha e faz uma verdadeira ala premium senão vai dançar com a chegada do shopping do aeroporto.
Reply With Quote
     
     
  #135  
Old Posted Mar 1, 2017, 4:57 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 2,139
Meio estranha a retirada do grupo, já que as vendas e rentabilidade do grupo têm aumentado. Então a retirada deles nada tem a ver com a crise econômica.
Reply With Quote
     
     
  #136  
Old Posted Mar 1, 2017, 9:59 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,017
Fnac procura parceiro local para reforçar operação no país


Em nota divulgada nesta quarta-feira (1º), a companhia também negou que queira deixar o negócio no Brasil

Divulgação

Fnac: em nota, a Fnac Brasil informou que "a operação brasileira precisa ter um tamanho crítico no sentido de ser relevante e reforçar sua posição de mercado" (.)


A Fnac Brasil emitiu um comunicado nesta quarta-feira, 01, no qual afirma que a companhia iniciou um processo de busca de um parceiro local, mas que seu objetivo é “continuar e reforçar sua operação” no Brasil. Após questionamento, a companhia negou que queira deixar o negócio no País.

A Fnac divulgou na terça-feira seu balanço do quarto trimestre de 2016, no qual passou a reportar a divisão brasileira como uma “operação descontinuada”.

A mudança contábil veio acompanhada de um comentário no qual o grupo afirmava que havia iniciado um processo de busca de um parceiro.

Em nota, a Fnac Brasil informou que “a operação brasileira precisa ter um tamanho crítico no sentido de ser relevante e reforçar sua posição de mercado”.

Segundo a companhia, o grupo está agora focado na nova estratégia de integração com a Darty, varejista de eletrodomésticos e eletrônicos cuja compra pela Fnac foi anunciada em 2015 e aprovada pela autoridade francesa de defesa da concorrência no ano passado.









http://exame.abril.com.br/negocios/f...racao-no-pais/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #137  
Old Posted Mar 1, 2017, 9:59 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,017
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #138  
Old Posted Mar 2, 2017, 12:29 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Uai para ter um tamanho crítico de relevância oras, precisa se expandir, mas eles pararam, pior, a contabilidade demonstra o crescimento da FNAC.
Reply With Quote
     
     
  #139  
Old Posted Mar 9, 2017, 6:25 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
Rede Americana Johnny Rockets Planeja Grande Expansão no Brasil com 50 Lojas até 2020

São Paulo, SP--( DINO - 09 mar, 2017) - A cadeia americana de restaurantes temáticos Johnny Rockets está projetando uma grande expansão no Brasil. Com 12 unidades no país, a marca prevê mais 8 inaugurações em 2017 em diversos estados, se aproximando da meta de 50 lojas até 2020.

Recentemente, a rede lançou seu programa de franquias com oportunidades em diferentes capitais. As lojas de Ribeirão Preto e Guarulhos já são franqueadas e existem mais 2 negociações em andamento.

No momento, a busca é por candidatos principalmente em Cuiabá, Brasília, Rio de Janeiro, Goiânia, Salvador, Fortaleza, Curitiba, Recife, Campinas e São José dos Campos. O investimento parte de R$900 mil reais.

Os selecionados contam com apoio direto do empresário Antônio Augusto de Souza, responsável pela marca no Brasil, que começou sua carreira como franqueado e utilizou sua experiência para desenvolver o melhor modelo de negócio. Vale destacar os avançados sistemas de controle, operação e gerenciamento de estoque, que facilitam a gestão e minimizam desperdício. Com faturamento médio mensal entre R$350.000,00 e R$800.000,00, o projeto tem atraído muitos interessados.

Criado em Los Angeles, o Johnny Rockets conta atualmente com 360 restaurantes espalhados em mais de 30 países ao redor do mundo. São 20 milhões de hambúrgueres servidos por ano. A meta é alcançar 1.000 estabelecimentos até 2020.
Website: http://www.johnnyrockets.com.br

Fonte: http://economia.estadao.com.br/notic...20,70001693104
Reply With Quote
     
     
  #140  
Old Posted Mar 9, 2017, 6:28 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 22,302
No caso de Brasília eu não sei mais de nada.

Primeiro o masterfranqueado que eu conversei, falou que estaria negociando com Pier 21 e Park Shopping. Afirmando inclusive que a The Fifties iria sair do Park Shopping para dar lugar para eles, o mesmo ocorrendo no Píer 21, sem contar que também afirmou que a Pizza Hut e Capital Steakhouse iria sair do Píer 21 para eles entrarem.

Agora o papo é outro, que tem vários grupos de outros estados querendo instalar a franquia em Brasília. Nenhum empresário do DF se interessou pela franquia. Então qual motivo de tanta demora.

Para piorar, os espaços que estavam sobrando no Pier 21 e Park Shopping já foram negociados e com certeza não foi para Johnny Rockets. Apesar que estou com um pé atrás, já não é a primeira matéria que fala dessas negociações, ninguem esquece a matéria da Starbucks de 2010 depois em 2014 e agora recentemente. E vimos que nada mudou. Só papo e marketing.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 1:02 AM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2020, vBulletin Solutions, Inc.