HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #7181  
Old Posted Oct 11, 2020, 3:11 PM
MikeVonJ's Avatar
MikeVonJ MikeVonJ is offline
Am I bovvered?
 
Join Date: Sep 2011
Location: Brasilia
Posts: 422
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
“Mesmo no ano de pandemia, o DF não parou”, diz Ibaneis Rocha

Durante visita à Feira Central de Ceilândia, o governador anunciou entrega de UPA e início de obras, como na Avenida Hélio Prates


O governador Ibaneis Rocha (MDB) visitou, na tarde desta sexta-feira (9/10), a Feira Central de Ceilândia, onde serão investidos R$ 22 milhões na reestruturação do espaço, incluindo a praça de alimentação.

“Não é nem revitalização. Será um novo centro de comercialização em Ceilândia. Será um grande centro comercial”, adiantou o chefe do Palácio do Buriti. Segundo o governador, o GDF busca atender às vontades das comunidades. “Quem está em primeiro lugar é o povo”, pontuou.

A feira será ampliada, de 5 mil metros quadrados para 12 mil metros quadrados, e ganhará um andar. O espaço contará com placas fotovoltaicas, reúso de água e câmeras de segurança com identificação visual. A verba partirá de emendas parlamentares e da Novacap. As obras de revitalização da Feira de Ceilândia deverão começar após as chuvas.

No caso da Feira de Ceilândia, mesmo com a reforma, o GDF não planeja retirar os ambulantes da região de imediato.

A partir do próximo, o governo pretende revitalizar todas as feiras do DF

Melhorias
Durante a visita a Ceilândia, Ibaneis Rocha também anunciou melhorias para o Distrito Federal. Entre elas a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) nível três, que será entregue ainda neste ano. No começo de 2021, também está prevista a conclusão do novo Hospital Materno Infantil e o início das obras de revitalização da Avenida Hélio Prates, que começarão por Ceilândia.

“Brasília tem origens nordestinas, que são preservadas pela comunidade. Nós temos coragem de trabalhar. Mesmo no ano de pandemia, o DF não parou”, disse Ibaneis.

Na agenda do governador, a Secretaria de Justiça e Cidadania distribuiu 3 mil máscaras para a população. A intenção do governo é reforçar a distribuição do item de proteção durante a pandemia do novo coronavírus.

“O uso ainda é obrigatório. E nós sabemos a importância do uso da máscara para evitar o contágio”, reforçou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

Segundo o administrador regional de Ceilândia, Marcelo Piauí, a cidade recebe investimento na segurança e na saúde, como a parceria com o Banco de Brasília (BRB) para a instalação de cestas de lixo na região.

Com a Secretaria de Esportes, as 80 quadras esportivas da área serão reformadas e há o projeto de construção de complexo esportivo com a ajuda do governo federal.



http://www.metropoles.com/distrito-f...is-rocha%3famp
Finalmente essa feira será reformada. Bem que poderia virar um "mercado municipal" nosso. Tinha todo potencial pra isso.
Reply With Quote
     
     
  #7182  
Old Posted Oct 11, 2020, 3:12 PM
MikeVonJ's Avatar
MikeVonJ MikeVonJ is offline
Am I bovvered?
 
Join Date: Sep 2011
Location: Brasilia
Posts: 422
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post


Nossa, vai ficar linda hein!
Reply With Quote
     
     
  #7183  
Old Posted Oct 11, 2020, 4:06 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 2,464
Vai ficar muito top. Gostei da proposta.
Reply With Quote
     
     
  #7184  
Old Posted Oct 12, 2020, 1:03 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,374
Agora vamos aguardar se realmente vai sair do papel, pois tem projeto e tem recursos, agora entregar nas mãos tudo isso de mão beijada para os feirantes, sei não...
Reply With Quote
     
     
  #7185  
Old Posted Oct 12, 2020, 11:36 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,348
Mais 21 lotes para o Setor de Embaixadas Norte

Terracap vai contratar empresa para elaborar projetos de complementação da drenagem pluvial e pavimentação. Obras serão executadas pela União



Brasília vai ganhar uma segunda etapa do Setor de Embaixadas Norte (SEN), com mais 21 unidades habitacionais destinadas à construção de sedes para representações diplomáticas de outros países. O setor, que em seus 593.723,53 m² ainda tem muitos terrenos vazios, terá também uma praça e um parque rodeado de ciclovias. Os lotes foram doados à União, e cabe ao governo federal dar destinação aos imóveis e executar as obras. O GDF também vai colaborar com o processo.

Para tanto, a Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) publicou no Diário Oficial do DF, na semana passada, um aviso de abertura de licitação para contratar uma empresa encarregada de elaborar os projetos básicos e executivos que complementem a drenagem pluvial e pavimentação locais. A concorrência ocorrerá no próximo dia 23. Os interessados deverão comparecer à Terracap às 10h para a abertura das propostas. Ganha quem oferecer o menor preço.

Mais espaço

O projeto de pavimentação e de drenagem, bem como os de abastecimento de energia e de água e esgotamento sanitário, visa atender à condição estabelecida pelo Instituto Brasília Ambiental para obtenção de Licença de Implantação, que permite o início das obras. O projeto de energia está sendo elaborado por servidores da própria Terracap, e o de água e esgoto, pela Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb). Ambos têm a expectativa de conclusão em 90 dias.

Segundo a Terracap, além de atender a uma demanda dos comandos da Marinha do Brasil e da Aeronáutica – que, por determinação do governo federal, deverão desocupar os edifícios em que estão situados, na Esplanada dos Ministérios –, os novos terrenos vão ampliar o espaço para embaixadas na capital federal. “Isso significa a retomada da urbanização da Asa Norte, dando mais espaço às representações diplomáticas para apresentar ao brasiliense suas culturas”, destaca o diretor técnico da Terracap, Hamilton Lourenço Filho.

Parque Internacional da Paz

Em 2017, o GDF assinou decreto que aprovou o projeto urbanístico de parcelamento para a segunda etapa do SEN. São 21 novos lotes, 18 de uso institucional/prestação de serviços — destinados a embaixadas e outros órgãos — e três com uso comercial de bens e serviços/prestação de serviços/institucional. Os terrenos das embaixadas terão cerca de 20 mil m² cada um.

A segunda etapa do Setor de Embaixadas Norte ganhará a Praça e o Parque Urbano Internacional da Paz. O parque, de 65,3 mil m², será rodeado por uma ciclovia. Na área interna, haverá uma bacia de contenção para águas pluviais e um espaço dedicado a esculturas. A proposta é que o local seja criado com a cooperação das embaixadas.

O projeto também trata da acessibilidade e pontua a necessidade de construção de plataformas elevadas nas entradas e saídas de veículos e nos bolsões de estacionamento, a fim de criar um nível contínuo das calçadas para facilitar a circulação de pedestres.






https://agenciabrasilia.df.gov.br/20...aixadas-norte/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #7186  
Old Posted Oct 14, 2020, 8:06 PM
MikeVonJ's Avatar
MikeVonJ MikeVonJ is offline
Am I bovvered?
 
Join Date: Sep 2011
Location: Brasilia
Posts: 422
Já existe alguma projeção de quais embaixadas vão ficar aí? Lembro uns anos atrás que muitas embaixadas não estavam no setor de embaixadas devido aos altos custos dos terrenos.
Reply With Quote
     
     
  #7187  
Old Posted Oct 15, 2020, 1:47 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,374
Quote:
Originally Posted by MikeVonJ View Post
Já existe alguma projeção de quais embaixadas vão ficar aí? Lembro uns anos atrás que muitas embaixadas não estavam no setor de embaixadas devido aos altos custos dos terrenos.
Estranho, mas pagam altos alugueis nos Lagos Sul, Norte e Park Way.
Reply With Quote
     
     
  #7188  
Old Posted Oct 15, 2020, 2:58 PM
MikeVonJ's Avatar
MikeVonJ MikeVonJ is offline
Am I bovvered?
 
Join Date: Sep 2011
Location: Brasilia
Posts: 422
Foi o que a mídia divulgou na época né.
Reply With Quote
     
     
  #7189  
Old Posted Oct 17, 2020, 5:01 PM
Observerbsb Observerbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 31
B2w digital

A B2W, companhia que lidera o comércio eletrônico na América Latina, está antecipando em quase dois anos investimentos em logística previstos no plano estratégico divulgado no final do ano passado.

Este mês, a empresa inaugura três grandes centros de distribuição no Norte e Nordeste: Belém (PA), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). Em dezembro, começa a operar em Brasília a quarta nova central.

Está dada a largada na corrida para atrair consumidores nas compras de fim de ano. A pisada forte no acelerador dos projetos de infraestrutura é reflexo direto da explosão de demanda observada nos meses de isolamento social impostos pela pandemia.

No segundo trimestre, com as vendas digitais embaladas pelos novos hábitos do consumidor, a empresa bateu recorde histórico de faturamento, com R$ 6,7 bilhões (alta de 72% em relação ao mesmo período de 2019). No ano passado, a companhia faturou R$ 19 bilhões.

O arranque do segundo trimestre deste ano é um ponto fora curva mesmo quando comparado a períodos de forte aquecimento no comércio, como costuma ser o quarto trimestre. Controlada pela Lojas Americanas, que detém 62,5% de seu capital, a B2W concentra o comércio eletrônico de Americanas.com, Submarino e Shoptime.

Mas, apesar do gigantismo, sua rede de distribuição, com 17 grandes centros em sete Estados, estava muito concentrada nas regiões Sudeste e Sul. Apenas um, em Pernambuco, atendia a região Nordeste e não havia nenhuma unidade no Norte ou no Centro Oeste.

Com os quatro novos CDs, a cobertura ficará mais equilibrada.

Fonte: https://newtrade.com.br/logistica/b2...final-de-2020/
Reply With Quote
     
     
  #7190  
Old Posted Oct 17, 2020, 6:43 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,374
Quote:
Originally Posted by Observerbsb View Post
A B2W, companhia que lidera o comércio eletrônico na América Latina, está antecipando em quase dois anos investimentos em logística previstos no plano estratégico divulgado no final do ano passado.

Este mês, a empresa inaugura três grandes centros de distribuição no Norte e Nordeste: Belém (PA), Fortaleza (CE) e Salvador (BA). Em dezembro, começa a operar em Brasília a quarta nova central.

Está dada a largada na corrida para atrair consumidores nas compras de fim de ano. A pisada forte no acelerador dos projetos de infraestrutura é reflexo direto da explosão de demanda observada nos meses de isolamento social impostos pela pandemia.

No segundo trimestre, com as vendas digitais embaladas pelos novos hábitos do consumidor, a empresa bateu recorde histórico de faturamento, com R$ 6,7 bilhões (alta de 72% em relação ao mesmo período de 2019). No ano passado, a companhia faturou R$ 19 bilhões.

O arranque do segundo trimestre deste ano é um ponto fora curva mesmo quando comparado a períodos de forte aquecimento no comércio, como costuma ser o quarto trimestre. Controlada pela Lojas Americanas, que detém 62,5% de seu capital, a B2W concentra o comércio eletrônico de Americanas.com, Submarino e Shoptime.

Mas, apesar do gigantismo, sua rede de distribuição, com 17 grandes centros em sete Estados, estava muito concentrada nas regiões Sudeste e Sul. Apenas um, em Pernambuco, atendia a região Nordeste e não havia nenhuma unidade no Norte ou no Centro Oeste.

Com os quatro novos CDs, a cobertura ficará mais equilibrada.

Fonte: https://newtrade.com.br/logistica/b2...final-de-2020/
Fora os CDs da Novo Mundo, Leroy Merlin, Magaxibe Luisa, Amazon...
Reply With Quote
     
     
  #7191  
Old Posted Oct 29, 2020, 11:13 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,348
CLDF aprova projeto que proíbe obras em vias urbanas nos horários de pico


O texto foi votado em dois turnos e agora segue para a análise do governador Ibaneis Rocha (MDB)

Os deputados da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovaram o Projeto de Lei nº 1.176/20. O nova regra veda a realização de obras e serviços públicos que possam afetar o fluxo no trânsito durante os horários de maior circulação de veículos no DF.

O intuito é reduzir os impactos de obras públicas no tráfego urbano. O texto foi votado em dois turnos e agora segue para a análise do governador Ibaneis Rocha (MDB).

“Inúmeros serviços e obras realizados nas vias urbanas, se melhor planejados, não provocariam maiores transtornos no trânsito, no início ou no final do horário comercial”, argumentou o autor da iniciativa, deputado Delegado Fernando Fernandes (Pros).

O texto prevê que a medida não se aplica “em situações emergenciais e imprevisíveis” nem a obras de grande escala e de longa duração.

O PL estabelece, contudo, que, nesses casos, os serviços devem ser justificados, e a população deve ser informada. (Com informações da CLDF)







https://www.metropoles.com/distrito-...rarios-de-pico
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #7192  
Old Posted Oct 29, 2020, 11:25 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,374
Eu quero ver agora, o GDF se recusa a fazer obras no período noturno para não pagar horas extras.
Reply With Quote
     
     
  #7193  
Old Posted Oct 29, 2020, 11:52 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,348
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Eu quero ver agora, o GDF se recusa a fazer obras no período noturno para não pagar horas extras.
E nos sábados e domingos também.
Tem obras que podem ser feitas aos finais de semana e outras não, pela proximidade a áreas residenciais, vamos ver quais serão os critérios.
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #7194  
Old Posted Oct 29, 2020, 1:53 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,374
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
E nos sábados e domingos também.
Tem obras que podem ser feitas aos finais de semana e outras não, pela proximidade a áreas residenciais, vamos ver quais serão os critérios.
Já existe limitação de horários, sequer pode fazer obras de madrugada, agora não pode no horário de rush... Piada nosso legislativo.
Reply With Quote
     
     
  #7195  
Old Posted Oct 30, 2020, 9:44 AM
c2500 c2500 is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2011
Posts: 330
A obra parada ou não, afeta quase do mesmo jeito...essas imposições só vão deixar tudo mais moroso
Reply With Quote
     
     
  #7196  
Old Posted Oct 30, 2020, 9:56 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,374
Quote:
Originally Posted by c2500 View Post
A obra parada ou não, afeta quase do mesmo jeito...essas imposições só vão deixar tudo mais moroso
Moroso é mais CARA é claro.
Reply With Quote
     
     
  #7197  
Old Posted Nov 18, 2020, 8:32 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,348
Terracap assina concessão da Torre de TV Digital no valor de R$ 13,6 mi


A Dubois & Co será a empresa responsável pela administração, gestão e manutenção do espaço. Contrato tem prazo de 15 anos

A Dubois & Co será a empresa responsável pela administração, gestão e manutenção da Torre de TV Digital, localizada no Setor Habitacional Taquari. Nesta quarta-feira (18/11), a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) e empresa assinaram o contrato de concessão que prevê a administração do espaço pela iniciativa privada pelo prazo de 15 anos.

A empresa, que atualmente administra a Arena BSB, liderou o consórcio venceu a concorrência pública lançada pela Terracap. A Arena BSB também é a responsável pela manutenção e gestão do Complexo Esportivo de Brasília, entregue à iniciativa privada em 2020 por meio de concessão pública.

O contrato da concessão com valor total de investimento de R$ 13,6 milhões, quantia correspondente à estimativa de gastos para a gestão e manutenção do espaço. De acordo com novo administrador, Richard Dubois, assumir a gestão da Torre Digital vai proporcionar novos investimentos para o Distrito Federal, em diversas áreas como turismo e cultura.

“Este novo investimento na Torre Digital reafirma nossa confiança no mercado local e no desenvolvimento da indústria do entretenimento, lazer e turismo do DF”, destaca.

A nova administração informa que a visitação ao mirante da Torre Digital será mantida e expandida, com restrições no curto prazo por conta da pandemia do novo coronavírus. Entre os serviços prestados pela nova gestão estão: limpeza; segurança e vigilância; brigada; manutenção de elevadores; recepção e copa; manutenção de esgoto e geradores.

A torre

Inaugurada em 21 de abril de 2012, a Torre de TV Digital de Brasília é o último projeto de Oscar Niemeyer (1907-2012) executado antes de sua morte.

Conhecida também como Flor do Cerrado, o complexo da Torre Digital tem uma área de 48,9 mil metros quadrados, 170 metros de altura, dos quais 120 de concreto e outros 50 de estrutura metálica, além de um estacionamento para 800 vagas.





https://www.metropoles.com/distrito-...or-de-r-136-mi
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #7198  
Old Posted Nov 18, 2020, 9:08 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,374
Aguardando o projeto do complexo, vem coisa boa aí.
Reply With Quote
     
     
  #7199  
Old Posted Yesterday, 9:15 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,348
Setor produtivo vai investir R$ 3 mi em Águas Claras


GDF tira da fila estudos parados há décadas. Obras vão levar melhorias para comunidades para compensar impacto de construção de prédios

Águas Claras vai ganhar dois novos empreendimentos, um comercial e outro residencial, e pela primeira vez os prédios serão construídos já com compensações de impacto à vizinhança. Isso porque o Governo do Distrito Federal concedeu alvará de construção aliado às indicações das obras que precisam ser realizadas para diminuir possíveis danos às regiões. A construtora vai investir R$ 3 milhões em melhorias nos espaços públicos dos arredores.

No DF, a regulamentação do Estatuto das Cidades (Lei nº 10.157/2001), que prevê exigência do Estudo Prévio de Impacto de Vizinhança (EIV) veio em 2013, com a Lei nº 5.022. Desde então, nenhum empreendimento teve o estudo aprovado e foram erguidos sem obras compensatórias.

“Em 2019 criamos o comitê permanente, com presença de vários órgãos, e já aprovamos cinco estudos de grandes empreendimentos”, conta o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), Mateus Oliveira.

Os dois empreendimentos em Águas Claras receberam o alvará de construção junto com o Termo de Compromisso de realização das medidas de mitigação, com ações analisadas e aprovadas pela Comissão Permanente de Análise de EIV.

“Isso nunca existiu. Todos os empreendimentos eram liberados sem que houvesse nenhuma contrapartida. É um super ganho para a comunidade porque os empreendimentos já nascem com compromisso de realizar obras no entorno. É geração de emprego, renda e melhoria para a população nos espaços públicos”, avisa o titular da Seduh.

Pela construção do centro comercial, entre as Ruas 16 Sul e 17 Sul, a construtora vai investir R$ 1.040.133,33 de compensação no prazo de 18 meses. Ela fará implantação do projeto Mobilidade Ativa na Avenida Boulevard Sul, no trecho compreendido pela Estação Águas Claras e a Estação Arniqueiras, com arborização em toda a área. Além disso, será responsável por duplicação de pista, redistribuição de semáforos e instalação de faixa de pedestres.

Pelo programa Adote Uma Praça, o empreendimento também fará requalificação e manutenção, por três anos, de duas praças (uma entre a Rua 16 Norte e a Rua Buriti, outra entre as Ruas 13 e 14 Sul, conhecida como Praça Rouxinol). O processo de aprovação havia sido aberto dez anos atrás.

Já para a construção de um residencial de 18 pavimentos na Rua Copaíba, serão investidos R$ 1.967.794,24 no prazo de um ano em melhorias públicas que envolvem projeto de paisagismo, implantação do projeto Mobilidade Ativa, elaboração de projeto de sistema viário com implantação de segunda faixa na Avenida Jequitibá e de calçadas entre o empreendimento e a Estação Estrada Parque. Este projeto estava retido desde 2014.

R$ 5 milhões no Guará

A próxima cidade beneficiada será o Guará, onde 14 empreendimentos vão investir mais de R$ 5 milhões em melhorias na Avenida Contorno.

Ali, os prédios já estão erguidos e utilizados, mas as construtoras farão obras para compensar o impacto depois de 12 anos de espera.

O GDF concluiu a aprovação do EIV, definiu melhorias, prazos para intervenções e está para assinar Termo de Compromisso com o setor produtivo.

Investimento previsto para as intervenções é de exatos R$ 5.225.176,59, com entregas em até 14 meses.

Entre as obras previstas estão a ampliação das faixas de acomodação nos retornos; mudanças no ciclo semafórico na interseção do Guará I com o Guará II; realocação das faixas de pedestres; requalificação da avenida central, com ciclovia, calçadas e acessibilidade; implantação de sistema viário e paisagismo da praça da EQ 23/25.

Secretário da Seduh, Mateus Oliveira explica que, em 2008, o governo autorizou a construção de empreendimentos residenciais naquela avenida depois que o Plano Diretor Local passou a permitir habitação.

Na época, como não havia regulamentação para o Estatuto das Cidades, o então governador assinou termo de compromisso preliminar autorizando as construções.

“Desde então, nada aconteceu. As empresas estavam com as obrigações em aberto, pendentes de cumprimento. Nossa gestão pegou e resolveu o problema, concluindo a aprovação do EIV junto ao setor produtivo, definindo as obras que os empreendimentos, enfim, farão”, explica o secretário. O Termo de Compromisso foi aprovado pela comissão permanente, que vai fiscalizar a execução das intervenções.

“Essas empresas geraram impactos à vizinhança com a promessa de que as intervenções necessárias viriam. Faltava gestão do problema a fim de que elas pudessem realizar as obras para que a população possa usufruir das melhorias no espaço urbano da região”, define o titular da Seduh.

Benefícios para todos

“Todas as empresas envolvidas tinham muito interesse que as obras fossem feitas. Era compromisso delas, por isso há satisfação em assinar o termo após tanto tempo, cumprindo a obrigação que tinham com a sociedade”, diz o presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), Eduardo Aroeira Almeida.

De acordo com ele, o fato de as intervenções não terem sido executadas no entorno das edificações no passado foi oportunidade perdida. “É ótimo que isso aconteça agora para a cidade e aos atuais moradores, mas as empresas venderam as unidades sem possibilidade de valorização”, emenda.

“Será de grande importância para ampliar a mobilidade urbana da população, na Avenida Contorno e Central. Esses ajustes são importantes para a segurança de ciclistas, pedestres e no fluxo viário”, valoriza a administradora regional do Guará, Luciane Quintana. Ela lembra que a cidade, assim como outras, se desenvolveu muito com a construção de mais prédios, mas isso aumentou significativamente o impacto no trânsito e na movimentação das pessoas.

Morador do Guará há oito anos, o servidor público Joaquim Xavier, de 52 anos, aprova melhorias na avenida que corta toda a cidade. “É bom saber que, depois de tanto tempo, não vai ficar por isso mesmo. Sempre ouvimos que tem essas obras de compensação, mas realmente aqui faltou”, diz. Para ele, as medidas vão valorizar ainda mais a região administrativa.

Park Sul

No início do ano, o primeiro Termo de Compromisso para medidas compensatórias foi firmado para garantir melhorias viárias no Setor de Garagens e Concessionárias de Veículos (SGCV), também no Guará, depois de 12 anos de espera. O objetivo é garantir que as construtoras executem obras que minimizem o impacto dos prédios erguidos no Park Sul. Ali, o investimento do setor produtivo é de R$ 24,3 milhões e eles têm prazo de 30 meses para entrega das obras.

Legislação renovada

No mês passado, o GDF conquistou a renovação da legislação na Câmara Legislativa do Distrito Federal com aprovação do Projeto de Lei nº 1456/2020 encaminhado pelo Executivo em setembro. “Será possível dar mais modernidade e acelerar a aprovação dos estudos para empreendimentos. Quanto mais rápido isso acontece, as construções geram emprego e renda e há obrigação de melhorias na região. É um ganha-ganha”, declara o titular da Seduh.




https://agenciabrasilia.df.gov.br/20...-aguas-claras/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #7200  
Old Posted Today, 4:58 PM
fortescue fortescue is offline
Registered User
 
Join Date: Mar 2012
Posts: 284
Que essa "iniciativa" se torne constante no DF.

Só não entendi muito bem as melhorias que esse centro comercial vai realizar em Águas Claras..

Pq as duas praças que o empreendimento escolheu para adotar acabaram de ser reformadas pelo GDF. A praça entre a 16 Norte e a rua buriti não deve ter nem 1 ano de pronta.. E a praça entre as ruas 13 e 14 sul já é muito bem cuidada e limpa, com quadra de esportes e arborização..

Tem tanta praça abandonada em Águas Claras (ou que nem foi construída ainda).. Acho que deveriam ter feito escolhas mais apropriadas..

Fora isso, acho muito importante esse convênio entre o setor público e privado..



Entre a 16 Norte e rua Buriti



Praça roxinol entre as ruas 13 e 14 sul..
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 7:43 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2020, vBulletin Solutions, Inc.