HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #1141  
Old Posted Apr 1, 2015, 10:36 PM
emblazius emblazius is offline
Flamenguista
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília
Posts: 566
Não discordo não. Por isso disse que está uma merda e será uma merda.
__________________
Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo que plantamos
Reply With Quote
     
     
  #1142  
Old Posted Apr 1, 2015, 10:40 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,847
Quote:
Originally Posted by emblazius View Post
Não discordo não. Por isso disse que está uma merda e será uma merda.
E a tendência é piorar ainda mais.
Reply With Quote
     
     
  #1143  
Old Posted Apr 2, 2015, 12:28 AM
emblazius emblazius is offline
Flamenguista
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília
Posts: 566
Resumindo: é um país de merda.
__________________
Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo que plantamos
Reply With Quote
     
     
  #1144  
Old Posted Apr 2, 2015, 1:08 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,847
Quote:
Originally Posted by emblazius View Post
Resumindo: é um país de merda.
E olha que tem gente que brigar com unhas e dentes por esse tombamento de merda. O que vai adiantar, o povo virá, e a cidade já beira 3 milhões e não vai parar de crescer.
Reply With Quote
     
     
  #1145  
Old Posted Apr 2, 2015, 12:08 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 2,652
Detalhe: a maioria dessas invasões são criadas por políticos a fim de ganharem votos.

"Condomínio" Porto Rico em Santa Maria foi criação do Arruda no início dos anos 2000 para ganhar votos como deputado e posteriormente como Governador. Sol Nascente nem se fala... Fora as inúmeras favelas de classe média por aí!

Resumindo: merda total.
Reply With Quote
     
     
  #1146  
Old Posted Apr 8, 2015, 10:45 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,504
MPDFT e GDF discutem sobre invasões do solo no Distrito Federal


O procurador-geral de Justiça, Leonardo Bessa, e membros do MPDFT estarão reunidos na tarde desta terça-feira, dia 7, com o governador Rodrigo Rollemberg e secretários do GDF para discutir problemas relacionados a ocupações irregulares do solo no Distrito Federal. O encontro acontecerá às 16h, no Palácio do Buriti.

A reunião foi solicitada pela Promotoria de Defesa da Ordem Urbanística (Prourb), que sugeriu também a presença de órgãos responsáveis pelo combate a ocupações irregulares, como Agefis e a Secretaria de Estado de Segurança Pública, dentre outros .

A procuradora distrital dos Direitos do Cidadão, Maria Rosynete de Oliveira Lima, e membros das Promotorias de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema) e de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep) também participarão do encontro.

Fonte: MPDFT










http://www.gamalivre.com.br/2015/04/...vasoes-do.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1147  
Old Posted Apr 10, 2015, 2:49 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,847
Depois da porteira arrombada vão querer discutir. Tem que ter atos e não soluções a doses de água e café.
Reply With Quote
     
     
  #1148  
Old Posted Apr 16, 2015, 1:04 AM
emblazius emblazius is offline
Flamenguista
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília
Posts: 566
Postes de luz que a CEB começou a colocar no Tororó. Fruto da pressão dos moradores de de recursos de emenda parlamentar do Deputado Professor Israel. Levou 2 anos para a administração de Santa Maria e a CEB executarem.




__________________
Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo que plantamos

Last edited by emblazius; Apr 16, 2015 at 1:38 AM.
Reply With Quote
     
     
  #1149  
Old Posted Apr 16, 2015, 1:40 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,504
mas essa iluminação por acaso não teria algo com esse terreno da Brasal
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1150  
Old Posted Apr 16, 2015, 1:48 AM
emblazius emblazius is offline
Flamenguista
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília
Posts: 566
Não. As fotos mostram tanto a entrada pela BR 251 como pela DF 140. A entrada do condomínio da BRASAL não é essa. Eles tem acesso próprio direto pela DF 140 antes do comércio do AplhaCenter (Padaria Seleta).
__________________
Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo que plantamos
Reply With Quote
     
     
  #1151  
Old Posted Apr 16, 2015, 2:16 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Cara não dava para colocar umas fotos menores não? Isso atrapalha para caramba.
Reply With Quote
     
     
  #1152  
Old Posted Apr 16, 2015, 6:28 PM
observadordf observadordf is offline
Registered User
 
Join Date: Mar 2015
Posts: 6
Condomínio Mini Chácaras x Terracap

Uma rodada de negociação entre os representantes dos moradores do Condomínio Mini-Chácaras do Lago Sul e a TERRACAP teve início ontem pela manhã com a participação da presidente da Comissão de Assuntos Fundiários da Câmara Legislativa, deputada Telma Rufino.. A reunião teve o objetivo de buscar alternativas que visem restabelecer o status de “condomínio implantado”, dentro da Instrução Normativa SEG nº 001/2009, para que o Mini-Chácaras possa voltar a ter o seu processo de regularização analisado pelo GDF.. Para entender o caso . O condomínio Mini-Chácaras do Lago Sul foi criado no ano de 1985, com implantação física em duas etapas distintas: a 1ª etapa formada pelas quadras de 01 a 03, localizadas na região administrativa do Lago Sul, e a 2ª etapa, formada pelas quadras 04 a 11, localizadas no Altiplano Leste, na região de influência administrativa do Paranoá. .Com a anuência da Secretaria de Estado de Governo, a região administrativa do Jardim Botânico ficou com a competência para proceder ao licenciamento de obras e expedição de alvarás de construção na área de abrangência da 2ª etapa do condomínio.. 1. frase mini -chácaras De acordo com a exposição feita pelo setor jurídico do condomínio, a preocupação que domina os moradores deve-se ao fato de que a Instrução Normativa SEG nº 001, de 25/04/2009, de forma comprovadamente inadequada, rotulou o parcelamento como área desocupada, contrariando sua existência fática demonstrada tanto pelos impostos recolhidos aos cofres do Distrito Federal, bem como pela implantação e doação à CEB da rede elétrica que serve ao condomínio, desde o ano de 2004, realizada em quase toda a sua extensão..O advogado Valdir Miranda afirmou que desde 2008 o Mini-Chácaras vem lutando junto aos órgãos de governo com vistas à obtenção de um termo de referência para dar prosseguimento aos estudos ambiental e urbanístico do parcelamento, e que até a presente data não houve nenhuma resposta da parte desta, prejudicando os interesses dos peticionantes..1.2 frase mini chá Mesmo estando dentro de uma área em comum onde parte é de terra é publica, no entanto os moradores se propõe abrir mão do domínio que detém sobre parte da área ocupada pelo parcelamento, aceitando se submeter ao pagamento do valor da terra nua, nos moldes adotados pelo GDF, desde que tal renúncia possa viabilizar a aprovação da regularização do parcelamento.O diretor técnico de fiscalização da TERRACAP, Júlio Cesar Reis, explicou que do ponto de vista do atual Plano de Ordenamento Territorial do Distrito Federal (PDOT) o Mini-Chácaras não se encontra em área de regularização, o que não quer dizer que essa situação não possa ser revista.. No entanto, ele também afirmou que quem define se uma área é regularizável ou não é a Secretaria de Gestão Territorial e Habitação do Distrito Federal, e não a TERRACAP que apenas é uma empresa executora. Ele afirmou, também, que a deputada Telma Rufino, como presidente da Comissão de Assuntos Fundiários, pode ajudar em muito na situação enfrentada pelos moradores do Mini-Chácaras..


Telma Rufino pedirá que GDF corrija erro do passado


1.rufinoA deputada Telma Rufino se manifestou a favor da correção de um erro praticado pelo GDF lá atrás, ao ter colocado o Mini-Chácaras como condomínio não implantado dentro da Instrução Normativa SEG nº 001/2009. Ela disse que fará um apelo ao secretario de Gestão Territorial, Thiago Andrade, para que seja resolvido o problema..

A parlamentar também reafirmou o seu compromisso de levar o assunto na primeira reunião do Fórum Distrital de Regularização Fundiária. “Temos que fazer um esforço conjunto para que o Mini-Chácaras volte a ter o seu processo de regularização analisado e que seus moradores possam viver com dignidade e cidadania, direitos que buscam há quase duas décadas com a tão sonhada regularização de seus lotes”, afirmou a distrital..

O síndico Ricardo Lima avaliou como muito positivo a reunião ocorrida com os técnicos da TERRACAP e disse estar esperançoso de que seja encontrada uma solução junto a Secretaria de Gestão Territorial para que o parcelamento seja incluído novamente na área especifica de regularização. O síndico afirmou ainda que os moradores do Mini-Chácaras unidos estão mobilizados para receber o vice-governador Renato Santana e a deputada Telma Rufino em um próximo encontro na comunidade.fonte radar online Por Paulao Da Estrutural
Reply With Quote
     
     
  #1153  
Old Posted Apr 16, 2015, 7:12 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,504
Projeto de parcelamento do solo urbano do Paranoá é aprovado



Esse é mais um passo para que seja regularizada uma área de 272 hectares da região


Aproximadamente oito mil famílias serão beneficiadas com o projeto de parcelamento do solo urbano do Paranoá, aprovado nesta quinta-feira (16) pelo Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan). O parcelamento é a última etapa antes da regularização fundiária em definitivo — que depende ainda de tramitação na Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) e de decreto. Quando todo o processo for concluído, os moradores poderão registrar os imóveis em cartório, obter as escrituras e vendê-los.

O local do projeto aprovado pelo Conplan perfaz um total de 272,38 hectares e se situa próximo à Área de Proteção Ambiental (APA) da Bacia do Rio São Bartolomeu e dentro da APA do Paranoá.

História

A região administrativa do Paranoá originou-se do acampamento Paranoá, criado em 1957 para abrigar os trabalhadores que construíram a barragem do lago homônimo. Em 1988, o governo do Distrito Federal, por meio do Decreto nº 11.208, definiu a área onde deveria ser assentada a população e, com o objetivo de preservar o local, criou a Área de Relevante Interesse Ecológico do Paranoá (ARIE) às margens do lago.











http://www.df.gov.br/conteudo-agenci...-aprovado.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1154  
Old Posted Apr 16, 2015, 10:40 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,847
Esse negócio de várias APAs tem complicadores, sem contar que odas as APAs brasilienses estão dentro de uma APA maior, a do Planalto Central...
Reply With Quote
     
     
  #1155  
Old Posted Apr 29, 2015, 2:39 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,504
Polícia do DF indicia auditores da Agefis por corrupção passiva



Eles são suspeitos de receber lotes em troca de informações privilegiadas Ação cumpriu mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva.


A Polícia Civil do Distrito Federal indiciou nesta quarta-feira (29) três auditores da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) por corrupção passiva. Segundo o delegado-chefe da Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (Dema), Ivan Dantas, eles são suspeitos de receber lotes do condomínio Altiplano, no Paranoá, como forma de pagamento para avisar datas de operações em áreas irregulares.

O delegado afirmou que os servidores também omitiam ou retardavam operações no condomínio alvo da operação. Um deles tinha cargo comissionado no Instituto Brasília Ambiental (Ibram). De acordo com Dantas, os lotes estavam em nome de parentes próximos aos fiscais.

A Dema realizou operação nesta quarta para cumprir três mandados de busca e apreensão e cinco de conduções coercitivas a respeito de parcelamento irregular de solo. A ação ocorreu no Altiplano Leste, no Paranoá, e em outras regiões da capital federal.

Os três auditores foram conduzidos à delegacia para prestar depoimento. Além deles, um ex-diretor administrativo e o síndico do condomínio também foram levados para a delegacia e serão indiciados. Eles são suspeitos de parcelamento irregular de solo. Essa ação é um desdobramento das Operações Faraó I e II, referentes a fatos ocorridos em 2012 e 2014.












http://g1.globo.com/distrito-federal...o-passiva.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1156  
Old Posted Apr 30, 2015, 3:25 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,847
Novidade, isso era já de conhecimento do povo uai.
Reply With Quote
     
     
  #1157  
Old Posted May 4, 2015, 9:57 PM
alexandresena alexandresena is offline
Registered User
 
Join Date: May 2014
Posts: 3
Mercado imobiliário de Brasília vive seu pior momento em duas décadas:

O mercado imobiliário de Brasília vive o seu pior momento em duas décadas:

http://www.fatoonline.com.br/conteud...m-duas-decadas
Reply With Quote
     
     
  #1158  
Old Posted May 4, 2015, 10:41 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,847
Quote:
Originally Posted by alexandresena View Post
O mercado imobiliário de Brasília vive o seu pior momento em duas décadas:

http://www.fatoonline.com.br/conteud...m-duas-decadas
Seja bem vindo Alexandre.

O mercado vai piorar ainda mais, pois...

Estoque muito alto na área residencial.
Estoque muito baixo na área comercial.
Crentes que ainda podem encontrar otários para comprar agio.
Aluguéis em queda livre, residencial é claro.
Preços em queda livre, residencial é claro.
Colocam a culpa na morosidade no governo pela liberação de alvarás, mas em contrapartida, os empreendedores trocam de projeto a todo instante, não tem burrocracia que dê jeito.

Agora quem tem cacife, grana, e não depende de especulador ou investidor gaiato querendo faturar no agio, vai nadar de braçada nesses anos bicudos.
Reply With Quote
     
     
  #1159  
Old Posted May 6, 2015, 12:05 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,504
Águas Claras faz 12 anos com apenas 38,7% das áreas públicas ocupadas



Moradores reclamam de falta de hospital, escolas e delegacia de polícia Atraso se deve a questões políticas e 'boom' imobiliário, diz administradora.

Foto: Luciana Amaral/G1

Área da futura delegacia de Polícia Civil de Águas Claras


Planejada para ser modelo de ocupação, a região de Águas Claras, no Distrito Federal, completa 12 anos nesta quarta-feira (6) com pouco investimento em infraestrutura pelo poder público. Das 93 áreas da região destinadas a serviços públicos, como delegacias, hospitais e praças, apenas 36 foram ocupadas. Nos terrenos ainda sem ocupação não há previsão para obras no curto e médio prazos.

A única construção em andamento é o quartel do Corpo de Bombeiros, na avenida Sibipiruna, que tinha previsão de entrega em 1º de janeiro de 2016, mas que será adiada para o segundo semestre de 2016. Devido à falta de serviços públicos, moradores da região reclamam de ter de procurar atendimento em outros locais do DF.

A comerciante Gizelle Soares mora na região há quatro anos e diz que a infraestrutura é "péssima". "Não tem nem hospital. Se você quiser e precisar de alguma coisa desse tipo, tem que ir para Taguatinga. Se tivesse aqui, ficava perto da gente, dividia o povo e não deixava tudo tão sobrecarregado. Como é que fazem um planejamento assim? Só querem prédio e só pensam nisso tudo depois."

A professora Patrícia Gomes mora em Samambaia, mas passa o dia em Águas Claras, onde trabalha. Ela reclama que a maioria das regiões conta pelo menos com Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). "Nem isso aqui tem."

O administrador de empresas Donny Mendoza, morador do local há sete anos, acredita que as áreas mais carentes sejam as de saúde, educação e transporte. "São as que mais precisamos hoje. Minha esposa teve de ser vacinada em Taguatinga, uma coisa tão simples. Aconteceu tudo isso, essa bagunça, porque não respeitaram o Plano Diretor. Cada construtora foi avançando e o governo deixou."



Sem previsão

A administradora regional de Águas Claras, Patrícia Fleury, afirmou ao G1 que a falta de orçamento é o principal entrave para novas obras. “Eles têm a destinação prévia, mas a priorização e a competência de cada projeto são das respectivas secretarias. Todos estão sinalizando positivamente e se esforçando para tirar as obras do papel."

Foto: Luciana Amaral/G1

Única creche pública construída na parte verticalizada de Águas Claras, que começou a funcionar em 27 de março deste ano

Para Patrícia, a causa de tanto atraso se deve a questões políticas e ao 'boom' imobiliário vivido há alguns anos. Atualmente, a chamada Águas Claras vertical – que exclui Arniqueiras, Areal e a Área de Desenvolvimento Econômico – conta com 30% dos lotes residenciais disponíveis para construção.

"Claro que teve interesse político, mas acho que se deve mais ao crescimento muito rápido da região. Não tínhamos essa demanda há quatro anos. Todos do governo trabalham com especulações populacionais e não previam isso."

A administradora falou que há dois projetos de mais creches e escolas em estudo pela Secretaria de Educação. Já a pasta de Saúde percebeu que deve priorizar unidades básicas de saúde, pois ainda não há demanda suficiente para um hospital, informou.

‘Desordem urbana’

O professor de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília (UnB) Frederico Flósculo afirma que Águas Claras vive uma "desordem urbana", porque os governos das últimas duas décadas diminuíram de maneira substancial os investimentos em equipamentos públicos.

"Águas Claras virou vítima dessa omissão do Estado. O urbanismo é feito de gente. Ele tem que pensar no abrigo para as pessoas e na qualidade de vida delas, coisa que não se tem lá agora. Há solução técnica para tudo."

Águas Claras foi baseada em um projeto formulado pelo ex-professor da UnB e urbanista Paulo Zimbres, realizado como um exercício acadêmico com apoio do GDF na década de 1980, e pretendia institucionalizar o sistema metroviário na capital federal.

"A situação era muito diferente da atual. Era o melhor projeto que tinha saído dessa faculdade na UnB, tinha várias tipologias. Começaram a construir no início de 90 com a promessa do metrô, mas depois foram alterando o projeto original com ampliações impactantes. Foi a maior especulação da história do DF."

Foto: Luciana Amaral/G1

Quartel dos bombeiros em Águas Claras, que está em construção e deve ficar pronto no segundo semestre de 2016







http://g1.globo.com/distrito-federal...-ocupadas.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1160  
Old Posted May 6, 2015, 1:44 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,847
Piada, Aguas Claras já possui uma delegacia a 21a DP. Escolas Públicas para QUEM? Hospital Público para QUEM? Um posto de Saúde até entenderia, mas escolas e hospitais públicos? Vide o caso do Sudoeste aonde o povo exigiu que uma escola pública fosse CANCELADA. Detalhe a MINORIA do Sudoeste que exigiu isso.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 11:17 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2021, vBulletin Solutions, Inc.