SkyscraperPage Forum

SkyscraperPage Forum (https://skyscraperpage.com/forum/index.php)
-   Infraestrutura & Transporte (https://skyscraperpage.com/forum/forumdisplay.php?f=696)
-   -   Transporte por Trilhos Brasília | Movimentação no Setor (https://skyscraperpage.com/forum/showthread.php?t=194614)

pesquisadorbrazil Mar 12, 2021 1:40 PM

Quote:

Originally Posted by DavidRPM (Post 9215730)
No texto fala: "Também está prevista uma cobertura, nos mesmos moldes das entradas das passarelas subterrâneas da Asa Sul." pelo jeito deve ser apenas a cobertura mesmo, mas o ideal seria seguir o mesmo modelo das estações da Asa Sul, além da cobertura ter também escada rolante e elevador.

Será que existe previsão de revitalização de toda a Praça do Relógio? Seria uma grande revitalização no centro de Taguatinga, o túnel, o boulevard que será construído, a nova entrada da estação mais moderna e acessível e também revitalização da Praça.

Eles nem sabem se a Administração vai continuar na Praça, possivelmente será transformada num teatro ou museu.:shrug:

pesquisadorbrazil Mar 12, 2021 3:29 PM

Imagens interessantes de uma proposta para o VLT da Avenida W3....


DavidRPM Mar 13, 2021 2:08 AM

Esse VLT precisa sair do papel, vai dar uma nova vida não só a W3 mas a toda Brasília.

pesquisadorbrazil Mar 13, 2021 2:13 AM

O problema serão essas estações... Como será a entrada (pagamento de passagens) para acessar o VLT. Com essas estações todas abertas, não terá esse controle. Aqui não é país Europeu, não temos essa cultura de respeito.

MikeVonJ Mar 13, 2021 1:25 PM

Então o VLT não será mais no canteiro central mas ocupará as faixas de centro das duas vias?!

DavidRPM Mar 13, 2021 4:32 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 9216517)
O problema serão essas estações... Como será a entrada (pagamento de passagens) para acessar o VLT. Com essas estações todas abertas, não terá esse controle. Aqui não é país Europeu, não temos essa cultura de respeito.

o VLT do Rio é assim, o pagamento é no trem mesmo. E toda hora passa fiscal para verificar se os passageiros pagaram realmente.

pesquisadorbrazil Mar 13, 2021 8:58 PM

Quote:

Originally Posted by MikeVonJ (Post 9216683)
Então o VLT não será mais no canteiro central mas ocupará as faixas de centro das duas vias?!

Isso mesmo, apenas estão definindo o sistema de energia, se será por postes ou não...

MikeVonJ Mar 15, 2021 6:57 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 9216976)
Isso mesmo, apenas estão definindo o sistema de energia, se será por postes ou não...

Interessante. Nas figuras de projeções postadas parece haver postes de alimentação.

pesquisadorbrazil Mar 15, 2021 8:25 PM

Quote:

Originally Posted by MikeVonJ (Post 9218559)
Interessante. Nas figuras de projeções postadas parece haver postes de alimentação.

n=
Acredito que fizeram imagens diferentes justamente pela indefinição do sistema a ser utilizado.

MAMUTE Mar 18, 2021 8:28 PM

Deputado pede instalação de banheiros nas estações de metrô do DF

Parlamentar Agaciel Maia afirma ter recebido solicitação durante participação em um programa de rádio. Instauração é reivindicação antiga dos passageiros


Na tarde desta quarta-feira (17/3), o deputado distrital Agaciel Maia (PL) levou ao plenário virtual da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) a reivindicação de instalação de banheiros nas estações do metrô. Segundo o parlamentar, as solicitações foram feitas por dezenas de ouvintes durante a participação do deputado em um programa de rádio.

Ele argumentou que, apesar do curto período que as pessoas passam nas estações, "é uma questão de saúde pública, nem que fossem banheiros químicos." O parlamentar também lembrou que existe legislação que autoriza o governo a construir esses banheiros públicos e apelou para que a Secretaria de Mobilidade do DF faça a instalação, sugerindo a possibilidade da instauração ser concretizada por meio de contrato de terceirização dos serviços prestados.

Em 2018, o Correio mostrou que, após o anúncio da liberação de R$ 275,5 milhões pelo então Ministério das Cidades, um dos clamores dos passageiros do metrô do DF era justamente pela instalação de sanitários. À época, a companhia alegou que a falta de banheiros públicos nas estações era uma questão de segurança e que isso era um padrão mundial, já que as estações são um terminal de embarque e desembarque no qual os usuários ficam por um curto período de tempo. A necessidade, segundo o Metrô-DF garantiu em 2018, não seria rotineira.

Questionados pelo Correio nesta quinta-feira (18/3), o Metrô-DF e a Secretaria de Mobilidade do Distrito Federal não haviam respondido até a conclusão desta reportagem. O deputado distrital Agaciel Maia (PL) também não deu retorno sobre a formalização do pedido de instalação dos banheiros. O espaço, portanto, segue aberto para manifestações.


https://www.correiobraziliense.com.b...tro-do-df.html

pesquisadorbrazil Mar 18, 2021 10:47 PM

Errado, custo alto, segurança zero e claro, vai transformar o local em motel e boca de fumo.

MAMUTE Mar 18, 2021 11:52 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 9222454)
Errado, custo alto, segurança zero e claro, vai transformar o local em motel e boca de fumo.

Resumindo. Populismo barato:hell: não vai prestar.

pesquisadorbrazil Mar 19, 2021 12:16 AM

Quote:

Originally Posted by MAMUTE (Post 9222540)
Resumindo. Populismo barato:hell: não vai prestar.

Adivinha, terão de contratar uma empresa terceirizada do deputado para tomar conta única e exclusivamente dos banheiros, quer apostar?

pesquisadorbrazil Apr 12, 2021 11:44 AM

Mais uma vez o TCDF sabotando o GDF...

PROCESSO Nº 00600-00008644/2020-20-e - Análise da Parceria Público-Privada
(PPP), relativa à concessão, na modalidade patrocinada, sob a responsabilidade da
Secretaria de Estado de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal – Semob/DF,
da implantação e prestação do Serviço Público de Transporte Urbano Coletivo por
VLT, ligando o TAS-Terminal Asa Sul ao TAN-Terminal Asa Norte, passando
pela via W3, e sua extensão até o Aeroporto JK. DECISÃO Nº 1102/2021 -
Havendo o Conselheiro MANOEL DE ANDRADE pedido vista do processo, foi
adiado o julgamento da matéria nele constante

Fonte: https://dodf.df.gov.br/index/visuali...%20INTEGRA.pdf

pesquisadorbrazil Apr 23, 2021 4:10 PM

Piada, no outro despacho do tal conselheiro, depois do pedido de vistas, deu prazo de 30 dias para o GDF prestar esclarecimentos... Não tem objetivo nenhum de fiscalizar, mas de atrapalhar.

pesquisadorbrazil Jun 12, 2021 4:44 AM


GRR1712 Sep 6, 2021 3:49 PM

Minha indicação:
 
Seria bem interessante se a linha do metrô fosse alterada em nome, cores, e limites, por exemplo, de Asa Norte para Asa Sul, seria a linha do Plano piloto (Azul por exemplo), de Asa Sul para Águas Claras seria uma outra linha (Amarelo), e nesse trecho seria bom ter umas 3 estações a mais, pois é um trecho bem longo, de Águas Claras para Ceilândia (Verde), de Águas Claras para Samambaia (Laranja), Além de ter a linha do Eixo Monumental (Vermelha) e a linha da W3 e Aeroporto (Roxo).
Eu amei a mudança de nomes que algumas estações receberam como Trabalhadores, Centro Urbano, etc. Só não gostei muito do nome Ceilândia Privê, seria legal só Terminal Ceilândia mesmo. Adorei a ideia da linha do Sol Nascente e Periquito, bem interessante, mas seria melhor se fosse Metrô, e não só um VLT, gostei da sua extensão do BRT, muito boa, e para encerrar, amei a ideia de linhas de trens urbanos, mas invés de ser Azul, Vermelho e Jade, eu colocaria Rubi, Safira e Jade, agora a de Luziânia, eu chamaria de sla, PLATINA, e ela seria de Trens invés de VLT.
Estou aberto para a sua opinião, e adoraria receber uma avaliação dessa ideia.
Obrigado :)

pesquisadorbrazil Sep 7, 2021 2:20 AM

Quote:

Originally Posted by GRR1712 (Post 9388221)
Seria bem interessante se a linha do metrô fosse alterada em nome, cores, e limites, por exemplo, de Asa Norte para Asa Sul, seria a linha do Plano piloto (Azul por exemplo), de Asa Sul para Águas Claras seria uma outra linha (Amarelo), e nesse trecho seria bom ter umas 3 estações a mais, pois é um trecho bem longo, de Águas Claras para Ceilândia (Verde), de Águas Claras para Samambaia (Laranja), Além de ter a linha do Eixo Monumental (Vermelha) e a linha da W3 e Aeroporto (Roxo).
Eu amei a mudança de nomes que algumas estações receberam como Trabalhadores, Centro Urbano, etc. Só não gostei muito do nome Ceilândia Privê, seria legal só Terminal Ceilândia mesmo. Adorei a ideia da linha do Sol Nascente e Periquito, bem interessante, mas seria melhor se fosse Metrô, e não só um VLT, gostei da sua extensão do BRT, muito boa, e para encerrar, amei a ideia de linhas de trens urbanos, mas invés de ser Azul, Vermelho e Jade, eu colocaria Rubi, Safira e Jade, agora a de Luziânia, eu chamaria de sla, PLATINA, e ela seria de Trens invés de VLT.
Estou aberto para a sua opinião, e adoraria receber uma avaliação dessa ideia.
Obrigado :)

Seja bem vindo....

Pode esquecer, com as legislação ambientais, urbanísticas e políticas existentes, o risco desse número de modais sair do papel em Brasília é basicamente ZERO.

GRR1712 Sep 8, 2021 3:22 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 9388690)
Seja bem vindo....

Pode esquecer, com as legislação ambientais, urbanísticas e políticas existentes, o risco desse número de modais sair do papel em Brasília é basicamente ZERO.

Mas se isso acontecesse (um futuro quase impossível), você acha que seria uma boa ideia? Quais seriam os Pros e Contras na sua opinião? E se vc achar o trecho da "linha amarela" desnecessário, poderia ser o trecho original, de 2 linhas juntas até a Asa Sul.

pesquisadorbrazil Sep 11, 2021 2:41 PM

Ao contrário do VLT do Rio de Janeiro, o projeto para o de Brasília prevê redes aéreas de fiação elétrica para energizar os VLTs. A tecnologia, é considerada antiga, já existindo soluções melhores técnica e esteticamente. Foto da Agência Brasil.

Do Blog Brasília, por Chico Santana

A avaliação feita pelo TCDF “aponta para diversas impropriedades”. A decisão estava trancada a sete chaves. Em abril desse ano, o órgão aprovou unanimemente que o GDF “suspenda cautelarmente, até ulterior deliberação plenária, o processo de contratação que trata da concessão, na modalidade patrocinada, da implantação e prestação do Serviço Público de Transporte Urbano Coletivo por VLT, ligando o Terminal Asa Sul (TAS) ao Terminal da Asa Norte (TAN), passando pela via W3, e sua extensão até o Aeroporto JK, bem como da implantação de sistema de circulação complementar para bicicletas e pedestres, entre as quadras 600 e 900”.

Por Chico Sant’Anna

Pode se dizer que subiu no telhado a tão esperada implantação do Veículo Leve sobre Trilhos – VLT ligando o Aeroporto ao final da Asa Norte, trafegando pela avenida W.3 Sul e Norte. Além do VLT, o projeto previa um sistema complementar de bicicleta ao bondes elétricos. O Tribunal de Contas do DF puxou o freio-de-mão do empreendimento, orçado em 2019 em quase R$ 10 bilhões (R$ 9.243.625.565,39) e que teve o modelo de negócio elaborado por um consórcio de empresas liderado pela empresa de ônibus Piracicabana, do grupo Constantino. Cerca de 2,4 bilhões seriam pagos pelo governo para a implantação e o restante repassado ao longo de trinta anos a título de gestão do sistema. Esses valores datam de julho de 2019. De lá para cá, a cotação do Euro que norteia o orçamento valorizou cerca de 44%, o que elevaria o custo do projeto para R$ 13,310 bilhões.

A avaliação feita pelo TCDF “aponta para diversas impropriedades”. A decisão estava trancada a sete chaves. Em abril desse ano, o órgão aprovou unanimemente que o GDF “suspenda cautelarmente, até ulterior deliberação plenária, o processo de contratação que trata da concessão, na modalidade patrocinada, da implantação e prestação do Serviço Público de Transporte Urbano Coletivo por VLT, ligando o Terminal Asa Sul (TAS) ao Terminal da Asa Norte (TAN), passando pela via W3, e sua extensão até o Aeroporto JK, bem como da implantação de sistema de circulação complementar para bicicletas e pedestres, entre as quadras 600 e 900”.

Esse é um projeto que vem sendo acalentado pelo brasiliense desde 2009. É tido como instrumento fundamental de revitalização da W.3 e solução parcial de um dos graves problemas de mobilidade urbana por que passa Brasília. Na gestão de José Roberto Arruda, a Justiça suspendeu vários contratos por apontar irregularidades. Apesar de ter contado com recursos federais para a sua execução, nem Arruda, nem Rogério Rosso, nem Agnelo Queiroz, nem Rodrigo Rollemberg conseguiram tirá-lo do papel. Agora, Ibaneis Rocha tentava executá-lo repassando a tarefa para a iniciativa privada.

Fonte: https://www.gamalivre.com.br/2021/09...de-mao-do.html


All times are GMT. The time now is 4:56 PM.

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2021, vBulletin Solutions, Inc.