SkyscraperPage Forum

SkyscraperPage Forum (http://forum.skyscraperpage.com/index.php)
-   Regiões Metropolitanas Regionais (http://forum.skyscraperpage.com/forumdisplay.php?f=690)
-   -   Shopping Center Entorno DF- Movimentações no Setor (http://forum.skyscraperpage.com/showthread.php?t=210349)

MAMUTE Mar 21, 2014 4:03 PM

Shopping Center Entorno DF- Movimentações no Setor
 
Thread criado para postagens de notícias sobre shopping na região do Entorno DF

MAMUTE Mar 21, 2014 4:04 PM

...

MAMUTE Mar 21, 2014 4:10 PM


Shopping Sul anuncia novidades com a segunda expansão





Com as reformas, o principal empreendimento da Região Metropolitana do Entorno Sul do Distrito Federal prevê crescimento de 80% nas vendas para 2015


http://www.jornaldebrasilia.com.br/s...00x666_180.jpg

Em evento à imprensa, o Shopping Sul anunciou, no início da tarde desta quarta-feira (19), as novidades da sua segunda expansão, que deve terminar no próximo ano. Após todas as etapas concluídas, o principal centro de compras do Entorno Sul passa a ser o quarto maior shopping do Estado de Goiás. Para 2016, os empreendedores projetam uma expectativa de crescimento de vendas de 80% e um aumento de três milhões de pessoas no fluxo médio anual.

“Renascemos para o sucesso”, comemora Ennius Muniz, presidente da Conbral e sócio empreendedor do Shopping Sul. Os expressivos números do Shopping Sul comprovam os impactos econômicos que o centro de compras levou para o Entorno Sul. “Somos o maior gerador de emprego do setor privado e também somos os maiores arrecadadores de imposto. Influenciamos no crescimento da cidade, com isso a oferta imobiliária aumento e a renda das pessoas também”, afirma Muniz.

Junto com os impactos econômicos para a região, o Shopping Sul virou a principal opção de lazer para os moradores do Valparaíso e das cidades vizinhas, Muniz aproveitou para comunicar a chegada de uma franquia do Mcdonalds. O superintendente Alexandre Ferreira anunciou que os freqüentadores ganharão seis novas salas de cinema, o que triplicaria o número atual. Durante este mês, mais um projeto cultural estará no palco da praça da alimentação: o Happy Hour, em que três artistas locais se revezarão as quartas, sextas e aos domingos.

Shopping Sul em números:

Shopping Sul

Ficha Técnica

Até 2007

Atual (Revitalização)

Expansão

Área Construída

16.658 m²

31.467 m²

52.587,45 m²

ABL

11.095 m²

23.647 m²

36.249,44 m²

Número de Lojas

70

120

210

Âncoras

1

5

6

Salas de Cinema

2

2

5

Estacionamento

500

1.120

1994


Evolução de Vendas Totais do Shopping

R$

2008

R$ 56.853.636,90

2009

R$ 84.044.559,40

2010

R$ 104.973.967,20

2011

R$ 140.782.327,80

2012

R$ 160.000.000,00

2013

R$ 190.000.000,00

Projeção 2014

R$ 210.000.000,00

Projeção 2015

R$ 380.000.000,00

pesquisadorbrazil Mar 21, 2014 9:39 PM

Curioso que em 2015 será inaugurado a primeira etapa do megashopping da BR 040 da Mirante.

pesquisadorbrazil Oct 14, 2014 2:51 PM

Nos planos do varejo, cidades cada vez menores

Os 70 mil moradores de Santo Antônio do Descoberto, cidade goiana na divisa com o Distrito Federal, viram o centro comercial aumentar em ritmo acelerado no último ano. Na praça central, onde charretes se misturam ao cenário das fachadas de lojas locais, há cada vez mais destaque para as recém-chegadas franquias de redes nacionais.

Neste ano, 533 lojas foram abertas na cidade. Em 2013, chegaram franquias da loja de chocolates Cacau Show e das lanchonetes Subway e Giraffas. Se antes não estavam no foco dos empresários, cidades como Santo Antônio passaram a receber atenção redobrada. Municípios com menos de 100 mil habitantes entraram nos planos das redes nacionais.

Os grandes franqueadores correm atrás do aumento da renda nesses locais e os empresários argumentam que, fora dos grandes centros, a concorrência do lojista é menor e a chamada fidelização, maior.

O presidente do conselho executivo da Máquina de Vendas Brasil, Luiz Carlos Batista, diz que a holding, que controla as lojas Insinuante, Ricardo Eletro, Eletro Shopping, City Lar e Salfer, está presente em municípios a partir de 50 mil habitantes. "Existe uma classe C que, inegavelmente, está aí. São 40 milhões de pessoas, do tamanho de países como a Argentina, a Espanha, e que estão aí para consumir". O grupo tem hoje 1.050 lojas em todo o País, incluindo uma em Santo Antônio.


Fenômeno

No mesmo tom, Deusmar Queirós, fundador e presidente da rede de farmácias Pague Menos, explica o fenômeno: "Nós não abríamos lojas em cidades com menos de 100 mil habitantes. Hoje, já abrimos em cidades com 60 mil."

Com 720 lojas da mesma bandeira em todos os Estados brasileiros e no Distrito Federal, Queirós é o dono da maior empresa varejista em ponto de vendas no País, segundo dados da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL).

O empresário argumenta que, por trás do investimento dos varejistas fora dos grandes centros, está o aumento do poder de consumo do brasileiro nos últimos anos. "Tem Bolsa Família, Bolsa Escola, bolsa qualquer coisa. Isso criou um poder aquisitivo."

Para os pequenos empreendedores locais, a corrida ao interior é alimentada pela possibilidade de maior margem de lucro. Há um ano, Augusto Ferreira e dois sócios, moradores de Brasília, escolheram Santo Antônio para abrir uma franquia da Subway. Viram o faturamento da loja superar as expectativas. "Em cidade grande, o aluguel e a contratação de funcionários são bem maiores", diz Ferreira. Seus sócios têm outra franquia da mesma rede no DF: "O que nos atraiu aqui foi ver a falta de opção da população, que, às vezes, ia para uma cidade vizinha para lanchar."


Interior

O gerente da Ricardo Eletro de Santo Antônio do Descoberto, Rogério Ribeiro, diz que, embora pesquisem os preços em Brasília, os clientes dão preferência ao comércio da cidade. O faturamento da loja cresceu 12% no ano passado e outros 7% até setembro.

A diferença, explica, se deve ao volume de compras do programa Minha Casa Melhor, a linha de crédito subsidiado que financia a compra de móveis, aparelhos eletrodomésticos e eletroeletrônicos pelos mutuários do Minha Casa Minha Vida. "Os clientes vêm aqui primeiro para pesquisar preço, vão a Brasília e voltam para comprar aqui porque encontram as mesmas condições."

A prefeitura da cidade atribui o movimento de chegada das franquias nacionais à percepção do potencial de consumo dos moradores. Uma pesquisa da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), ampliada para os municípios da região do entorno da capital, mostra que 42% da população de Santo Antônio recebe entre dois e cinco salários mínimos - outros 37% ganham até dois salários. A renda individual média do responsável pelo domicílio é de R$ 855 mensais, segundo a Pesquisa Metropolitana por Amostra de Domicílios urbanos de 2013.

O presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Júnior, afirma que é a disputa dos grandes varejistas por mercado que os leva ao interior. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


pesquisadorbrazil Nov 21, 2014 12:26 PM

Shopping Sul entrega uma fase de sua expansão

Da redação

São Paulo - O Shopping Sul, localizado em Valparaíso de Goiás, próximo a Brasília (DF) inaugura, ainda este mês, mais uma fase do processo de expansão do centro comercial.

Dezessete novas lojas já estão confirmadas neste primeiro momento, sendo outras sete previstas para serem inauguradas em breve. Entre elas, uma das principais redes de bolsas, malas e acessórios de viagem, a Le Postiche. Outras novidades são Damyller, Só Colchões, Paris Joias e Óticas Carol.

Para o superintendente do complexo de compras, Felipe Ribeiro, este é um momento especial para o empreendimento, que recebe novos espaços em uma das épocas mais esperadas do ano, o Natal. "As novas lojas significam mais opções de compra e de lazer para os moradores de Valparaíso de Goiás e região. Esperamos um crescimento 10% no número de vendas para este fim de ano", disse.

Balanço

O Shopping Sul fechará o ano com uma Área Bruta Locável (ABL) de 26.484,14 metros quadrados. Para 2015, o empreendimento projeta um aumento de 10% no fluxo de pessoas e as vendas devem crescer em 15%, pois mais de 1,6 milhão de carros passam mensalmente pela BR-040.

Com mais novidades programadas, a expansão do Shopping Sul está prevista para terminar no fim do próximo ano. Entre elas está a inauguração da nova âncora: a Lojas Renner. Para 2015, a ABL passará a ser de 37.540,02 metros quadrados e o número de lojas será de 210.

Pensando em ampliar também as opções de lazer para os clientes, o centro de compras planeja uma reformulação no cinema, que ganhará novas salas e o número poderá passar de duas para sete.


MAMUTE Dec 7, 2014 10:23 AM

Estimulado pelo aumento da classe C, Entorno do DF vira imã de shoppings



Águas Lindas é a mais recente cidade da região a receber um. Valparaíso, Luziânia e Alexânia também têm. A instalação de centros de compras fora das capitais é uma realidade nacional




Mais populosa cidade do Entorno do Distrito Federal, marcada pela violência, pela pobreza e pelo crescimento desordenado, Águas Lindas (GO) começa a desfrutar dos confortos da ascensão econômica das classes C e D. Ainda sem um grande edifício, a cidade de 180 mil habitantes ganhou recentemente o primeiro shopping center. E, com ele, as primeiras escadas rolantes, o primeiro estacionamento com segurança privada, a primeira loja de departamentos, as primeiras salas de cinema e as primeiras lanchonetes fast-food. As mesmas experiências vivenciam os moradores de Luziânia e Alexânia, também goianas e vizinhas de Brasília.

As três cidades seguem o fenômeno nacional da interiorização dos shoppings. No fim de 2014, 50,9% das unidades em operação no país estão fora dos grandes centros urbanos. São 264 no interior, ante 254 em capitais. Há 20 anos, 85% estavam nas principais cidades. O Entorno conta com quatro estabelecimentos. Um quinto está nos planos de uma empreiteira brasiliense para ser construído entre Planaltina e Formosa (GO). Da clientela dos 47 shoppings do Centro-Oeste, 35% são da classe C, 37% pertencem à classe B e 28% à classe A. Os dados vêm da Associação das Empresas de Shopping Centers (Abrasce).

Assim como Águas Lindas, Luziânia e Alexânia, Valparaíso, na divisa com o DF, tem shopping. Primeiro da região, inaugurado em 1993, já passou por expansão. Sob nova administração, de um grupo goiano dono de nove shoppings, todos no interior, foi remodelado em 2008. Com cerca de 100 lojas, o empreendimento é o único de grande porte no Entorno Sul (Valparaíso, Luziânia, Gama, Novo Gama, Santa Maria, Cidade Ocidental e Cristalina), região com cerca de 900 mil habitantes.

Dos quatro shoppings do Entorno, três foram inaugurados em 2012, o que, segundo o professor do Ibmec-DF e doutor em administração Bento Alves da Costa Filho, mostra que a tendência é nova na região. Essa migração, lembra ele, começou nos anos 2000, em São Paulo. “Até o início dos anos 2000, a maioria da população brasileira pertencia à classe D, pobre. Hoje, o país é formado por uma classe média, baixa, mas classe média. E os investidores viram uma oportunidade de negócio”, explica Costa Filho.

O custo-benefício oferecido pelo interior também foi colocado no cálculo dos empresários. Ao contrário dos grandes centros urbanos, que apontam a tendência de saturação, as cidades menores têm mais oferta de terrenos e menos concorrência. “Nas capitais, os preços dos imóveis são altos e exigem investimento pesado para manutenção do empreendimento no mercado. Isso também contou para esse movimento de interiorização dos shoppings”, analisa.

Esse é o caso do outlet instalado em Alexânia. Distante 92km de Brasília, é o primeiro do tipo no DF e no Entorno. A ideia inicial dos investidores era colocar o estabelecimento no perímetro do Distrito Federal, mas a burocracia e o preço dos imóveis levou o investimento para uma cidade menor, com 25 mil moradores.

O presidente da Abrasce, Luiz Fernando Veiga, afirma que a tendência de aumento do número de shoppings fora das capitais é natural, pois o interior ainda tem muito mercado a ser explorado. “Além disso, hoje, para você construir um shopping em uma cidade como São Paulo, você precisa fazer compensações ambientais, viárias etc. No interior, as prefeituras nos recebem de braços abertos, porque um shopping gera emprego, impostos e valoriza a região”, opina.

Segurança

Outro fator que coloca as cidades do interior na mira dos empresários de shopping é a violência urbana, também presente nos municípios menores. Com o perigo nas ruas, o ambiente de segurança criado por um shopping passou a atrair os consumidores. “Quando falamos no Entorno, essa situação de violência torna-se mais evidente. Como as pessoas que vivem nessa região tiveram uma ascensão econômica, elas querem consumir, mas com segurança”, afirma Costa Filho.

A segurança é um dos motivos que levam Ronaldo Matheus, 17 anos, e a vizinha Poliana Yasmin, 26, a visitarem o shopping de Águas Lindas ao menos duas vezes por semana. “Aqui tem tudo, é o ponto de encontro da galera. E podemos ir ao cinema e ficar conversando na praça de alimentação até tarde, sem preocupação, no ar-condicionado”, destaca Ronaldo. “O shopping é o nosso principal ponto de compras e de lazer”, completa Poliana, mãe de três crianças. “Aqui, só falta uma loja de brinquedos”, observa.

O shopping de Águas Lindas tem proporcionado outro movimento novo. Antes uma cidade-dormitório, o município hoje recebe moradores do Distrito Federal que trabalham no centro comercial. Caso de Irene Oliveira, gerente-geral da unidade de uma rede de eletrodomésticos e móveis do DF. Moradora de Ceilândia, ela leva 15 minutos de ônibus de casa ao trabalho. “Vim para cá a pedido do patrão, para puxar as vendas, pois tenho experiência. Vendemos cerca de R$ 360 mil por mês, é o melhor resultado das lojas pequenas da rede, que tem 39 estabelecimentos”, conta ela.







http://www.correiobraziliense.com.br...hoppings.shtml

pesquisadorbrazil Dec 7, 2014 12:50 PM

Mas em Brasília tem muito espaço, se for pegar os bairros maiores do que muitas cidades brasileiras que não possuem um shopping center, veremos que espaço não falta e nem clientes. Me lembro de uma empresa daqui de Brasília, aonde o dono era pitolado que em Brasília tudo era dependente dos funcionários públicos.

Desde a década de 80, o peso dos funcionários públicos vem caindo ano após ano. Até mesmo com a paridade salarial. Me lembro que o salário de um bombeiro era altissimo em relação a paridade com salário mínimo. Hoje em dia, não passa dos 10 salários mínimos, e isso ano após ano vem caindo ainda mais a diferença.

pesquisadorbrazil Jan 18, 2015 8:20 PM

Alguém tinha conhecimento desse shopping aqui... Fica na BR 040 em Luziânia....

Shopping Bretas Luziânia.... Alguem sabia disso? E falaram que o Alphaville de Luziânia terá capacidade para 140 mil moradores.

MAMUTE Jan 19, 2015 1:27 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 6879932)
Alguém tinha conhecimento desse shopping aqui... Fica na BR 040 em Luziânia....

Shopping Bretas Luziânia.... Alguem sabia disso? E falaram que o Alphaville de Luziânia terá capacidade para 140 mil moradores.

Uai! não tem foto?

pesquisadorbrazil Jan 19, 2015 2:04 PM

Quote:

Originally Posted by MAMUTE (Post 6880490)
Uai! não tem foto?

Pelo que entendi, e fará parte do Alvorada Power Center....:tup:

fabiano Jan 19, 2015 4:35 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 6880507)
Pelo que entendi, e fará parte do Alvorada Power Center....:tup:

Passei recentemente pelo local.

Pude perceber que ainda estão na parte da fundação (não sei se esse é o nome correto).

O que mais me chamou atenção, foi o fato de haver obras dos dois lados da Rodovia (leste e oeste). Sendo o lado Oeste (sentido BSB) a obra menor e o outro a obra faraônica do Alvorada.

Será que as duas obras são do Alvorada?

pesquisadorbrazil Jan 19, 2015 6:37 PM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 6880672)
Passei recentemente pelo local.

Pude perceber que ainda estão na parte da fundação (não sei se esse é o nome correto).

O que mais me chamou atenção, foi o fato de haver obras dos dois lados da Rodovia (leste e oeste). Sendo o lado Oeste (sentido BSB) a obra menor e o outro a obra faraônica do Alvorada.

Será que as duas obras são do Alvorada?

Exato, o Alvorada Power Center é um gigantesco complexo comercial, uma parte maior que terá o Alphaville anexo fazendo divisa com a Cidade Osfaya e outra parte menor do outro lado da pista, que serão unidos tanto por um viaduto e também passarela e com certeza terá uma estação do futuro BRT ali.

E você está correto, está nas fundações, mas como sabemos, lá vai ser tudo pré-moldado, que nem fizeram no aeroporto de Brasília, incrivel que pareça a Cassol que foi fornecedora da Inframérica será também desse empreendimento. Montando uma unidade fabril na região para atender a demanda desse empreendimento.:tup:

Pelo andar as obras, será que vai inaugurar esse ano? Eu li num jornal de Goiás diz que vai inaugurar uma parte.

fabiano Jan 20, 2015 11:44 AM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 6880870)
Exato, o Alvorada Power Center é um gigantesco complexo comercial, uma parte maior que terá o Alphaville anexo fazendo divisa com a Cidade Osfaya e outra parte menor do outro lado da pista, que serão unidos tanto por um viaduto e também passarela e com certeza terá uma estação do futuro BRT ali.

E você está correto, está nas fundações, mas como sabemos, lá vai ser tudo pré-moldado, que nem fizeram no aeroporto de Brasília, incrivel que pareça a Cassol que foi fornecedora da Inframérica será também desse empreendimento. Montando uma unidade fabril na região para atender a demanda desse empreendimento.:tup:

Pelo andar as obras, será que vai inaugurar esse ano? Eu li num jornal de Goiás diz que vai inaugurar uma parte.

Como é tudo pré-moldado, tem grande chance de sair uma parte esse ano.

Torcer pra dar tudo certo. Aquela região vai bombar com esse novo empreendimento.

Então a região Sul e Entorno Sul vai se firmando como um importante polo consumidor, contando com os seguintes shoppings:

Gama Shopping;
Santa Maria Shopping;
Shopping Sul;
Shopping PO Valparaíso (projeto);
Luziânia Shopping;
Alvorada Power Center (em construção);

Tem mais algum em projeto ou em construção que eu não saiba?

pesquisadorbrazil Jan 20, 2015 6:58 PM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 6881737)
Como é tudo pré-moldado, tem grande chance de sair uma parte esse ano.

Torcer pra dar tudo certo. Aquela região vai bombar com esse novo empreendimento.

Então a região Sul e Entorno Sul vai se firmando como um importante polo consumidor, contando com os seguintes shoppings:

Gama Shopping;
Santa Maria Shopping;
Shopping Sul;
Shopping PO Valparaíso (projeto);
Luziânia Shopping;
Alvorada Power Center (em construção);

Tem mais algum em projeto ou em construção que eu não saiba?

Qual Gama Shopping? O atual não é shopping. O de Santa Maria está se transformando num. Agora se for o Gama Shopping do PO aí eu concordo.:tup:

fabiano Jan 20, 2015 7:13 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 6882267)
Qual Gama Shopping? O atual não é shopping. O de Santa Maria está se transformando num. Agora se for o Gama Shopping do PO aí eu concordo.:tup:

:haha::haha::haha::haha::haha:

É... Enquanto o PO não constrói o Shopping do Gama.

O Gama vai ficando pra trás.

pesquisadorbrazil Jan 20, 2015 7:36 PM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 6882288)
:haha::haha::haha::haha::haha:

É... Enquanto o PO não constrói o Shopping do Gama.

O Gama vai ficando pra trás.

Quando você falou que estava no inicio das fundações, mas de qual lado, o terreno maior ou o menor?:shrug:

pesquisadorbrazil Jan 21, 2015 1:01 AM

Conversando com alguém que viu as imagens do projeto, apesar que fiquei meio cético, ele alegou que o Outlet levará 2 anos para ficar pronto. Então eu estranhei, afinal de contas, o lugar vai ter estacionamento subterraneo ou de superficie.

Se o shopping for que nem o de Alexânia, nunca levaria 2 anos. Outro dado que ele levantou que o lugar não está em obras ainda, mas em estudo de fundações. Portanto, obras para valer só final de fevereiro.

Em março começa a comercialização do empreendimento, então depois do carnaval teremos novidades. O mesmo se aplica ao Alphaville, serão 3 residenciais, mas terá áreas verticais, por isso estranhei, uma população de 140 mil pessoas em apenas 3 residenciais. Mas sem contar as áreas verticais, com isso o número de pessoas sobe consideravelmente.

Ele quer me levar para conversar com o dono da Mirante, que já tem tudo pronto, me explicando... O local maior fora divididos em 2 partes, residencial e comercial, agora não explicou o que seria a parte menor.

fabiano Jan 21, 2015 11:01 AM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 6882340)
Quando você falou que estava no inicio das fundações, mas de qual lado, o terreno maior ou o menor?:shrug:

Os dois lados estavam no mesmo ritmo, melhor dizendo, na mesma etapa da obra.

Inclusive no mapa, dá pra ter uma noção: http://old.wikimapia.org/#lat=-16.18...5&z=15&l=9&m=b

fabiano Jan 21, 2015 11:06 AM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 6882799)
Conversando com alguém que viu as imagens do projeto, apesar que fiquei meio cético, ele alegou que o Outlet levará 2 anos para ficar pronto. Então eu estranhei, afinal de contas, o lugar vai ter estacionamento subterraneo ou de superficie.

Se o shopping for que nem o de Alexânia, nunca levaria 2 anos. Outro dado que ele levantou que o lugar não está em obras ainda, mas em estudo de fundações. Portanto, obras para valer só final de fevereiro.

Em março começa a comercialização do empreendimento, então depois do carnaval teremos novidades. O mesmo se aplica ao Alphaville, serão 3 residenciais, mas terá áreas verticais, por isso estranhei, uma população de 140 mil pessoas em apenas 3 residenciais. Mas sem contar as áreas verticais, com isso o número de pessoas sobe consideravelmente.

Ele quer me levar para conversar com o dono da Mirante, que já tem tudo pronto, me explicando... O local maior fora divididos em 2 partes, residencial e comercial, agora não explicou o que seria a parte menor.

Espero que realmente exista um viaduto nessa região. Pelo visto terá uma população gigantesca no entorno desse empreendimento.

A parte pior eles já fizeram, que era derrubar o morro. Agora é mais rápido, :haha::haha:.


All times are GMT. The time now is 12:43 PM.

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2019, vBulletin Solutions, Inc.